Aleteia

Sabia que a Basílica do Vaticano não é a Catedral do Papa?

© Antoine Mekary / ALETEIA
VATICAN CITY, October 16: A general view shows St Peter's square and St Peter's basilica during a canonization mass led by Pope Francis on October 16, 2016 in Vatican. © Antoine Mekary / ALETEIA
Compartilhar
Comentar

O privilégio corresponde à Arquibasílica do Salvador e dos Santos João Batista e João Evangelista

Difícil de acreditar que o templo mais visitado de Roma, ou seja, a Basílica de São Pedro, não seja a Sé Episcopal do Bispo de Roma – a Basílica de São Pedro não é a catedral do papa. Essa honra pertence à Arquibasílica do Salvador e dos Santos João Batista e João Evangelista, mais conhecida por todos como São João de Latrão, uma das quatro grandes basílicas, junto com São Pedro, São Paulo Fora dos Muros e Santa Maria Maior.

A Arquibasílica de São João de Latrão é a catedral em que o Papa toma posse de sua cadeira como Bispo de Roma e da Igreja Universal e foi consagrada pelo Papa Silvestre no ano 324. Seu nome, “Latrão” (em italiano, “San Giovanni Laterano”), vem dos antigos proprietários do lugar, os “Laterani”, que enfrentaram dificuldades econômicas durante o reinado de Nero. Finalmente, seus bens foram confiscados pela autoridade imperial, terminando eventualmente nas mãos da esposa do imperador Constantino, que teria posteriormente doado à Igreja, após a vitória na Batalha de Ponte Mílvio.

No entanto, e apesar de ser conhecido como “mãe e cabeça de todas as igrejas de Roma e da Terra”, todos nós, quando visitamos Roma, imediatamente vamos visitar a Praça de São Pedro para admirar a basílica, a Colunata de Bernini e o obelisco que comemora o martírio de Pedro.

Visite Aleteia Viagem: Basílica de São Pedro

Compartilhar
Comentar
Boletim
Receba Aleteia todo dia