Aleteia

Te amarei mesmo nos piores dias

Compartilhar
Comentar

Uma das declarações de amor mais autênticas que já vi

“Eu não me apaixonei por você. Eu entrei no amor com você, com os olhos bem abertos, escolhendo tomar cada passo ao longo do caminho. Eu acredito em sorte e destino, mas eu também acredito só somos fadados a fazer as coisas que nós escolhemos. E eu escolheria você, em cem vidas, em uma centena de mundos, em qualquer realidade eu gostaria de encontrar você, e nela eu escolheria você.” (O Caos de Estrelas, Kiersten White)

É muito fácil se fechar dessa ideia de amor para proteger o coração da possibilidade de se quebrar, para se livrar da possibilidade de deixar alguém ver a sua versão mais verdadeira de si, também é muito fácil amar só as partes boas de uma pessoa, ignorar as más e tentar separar os dois, no entanto, o amor não te permite que faça isso, a vulnerabilidade é difícil e todos às vezes fazemos o nosso melhor para esconder essa parte de nós mesmos, porque temos medo de deixar alguém ver as partes não tão bonitas de quem somos, no entanto, eu preciso que você saiba que mesmo em seus piores dias eu te amarei.

Porque eu faria isso? Bem, é porque é isso que você merece, e o amor é isso, nem sempre vai ser bonito, vai ser confuso e às vezes irritante, mas naqueles dias eu prometo te amar mais do que eu fiz no dia anterior, eu vou te amar por tudo que você odeia em si mesmo, mesmo que sejam coisas que você vê como imperfeições ou hábitos que você tem.

Eu vou te amar nos dias que você não se sentirá tão esperto ou quando estragar algo no trabalho, vou lembrá-lo de como você é inteligente e te motivar. Eu vou te amar nos dias que tiver com cabelos brancos, embora você raramente tenha, eu te amarei quando suas inseguranças forem apontadas. Vou te amar pela pessoa que você é, e vou te admirar por tudo que você fez ou tentará fazer, vou amar cada momento que passarmos juntos e as memórias que criarmos.

Vou te amar mesmo quando seus instintos naturais te puserem em dúvida, e que você comece a se afastar de mim. Na verdade, eu vou puxá-lo para mais perto. Irei te amar com todos os argumentos e prometo não te deixar ir para a cama se ainda estivermos com raiva.

Eu vou te amar mesmo quando você tentar se esconder. Vou te amar em todas as vezes que você não teve certeza se estava dentro de toda essa coisa chamada de relacionamento sério. Eu vou te amar mesmo quando nossas conversas não sejam mais as mesmas.

Eu te amarei quando você estiver se sentindo fraco e quando quiser chorar. Vou te amar quando você estiver cambaleando, por ter tomado muitos tiros da vida. Eu vou te amar e como agora, constantemente repetir isso.

Eu vou te amar porque quando eu te vejo, eu vejo alguém que está sempre tentando ser melhor, para fazer o melhor. Eu vou te amar porque você me leva a ser uma pessoa melhor a cada dia. Mesmo nos seus piores dias, você ainda é o melhor para mim.

Eu te amarei com esta viagem que nós chamamos de vida. Eu te amarei mesmo em tempos confusos, em tempos nublados, em tempos ensolarados e nos tempos felizes. Eu vou te amar mesmo quando você não souber o que quer fazer na vida, quando você atingir um ponto cruz e não souber para qual direção virar.

Eu vou te amar pelo seu passado e eu vou te amar aqui no presente, esperando permanecer o mesmo no futuro. Te amarei apesar de qualquer razão que pense que não é digno de ser amado. Eu te amarei para sempre, contanto que sejamos recíprocos.

Tudo o que faz de você a pessoa única que você é, será motivo suficiente para te amar, você pode não ser perfeito para todo mundo, mas não sou todo mundo, e você é perfeito para mim.

Eu vou te amar, só isso.

 

(Alfredo Barbosa, via Proseando Poesia)

Temas deste artigo:
amornamorados
Boletim
Receba Aleteia todo dia