Aleteia

4 passos para transformar uma crise emocional em uma oportunidade

Compartilhar
Comentar

Você está no comando!

Está ficando cada vez pior. Você acabou de passar outro dia remoendo seus fracassos, listando todas as coisas estúpidas que você fez e revivendo seus pontos baixos. Você se satisfez com sua voz negativa, perguntando por que você deveria mesmo se incomodar em sair da cama. Ninguém precisa de você, não é? Talvez você tenha se jogado no Diário de Bridget Jones para se alegrar um pouco. Mas depois percebeu que não era tão engraçado quanto você imaginava. Parece que estava se divertindo com uma versão mais alegre de sua própria vida.

Tenho boas notícias para você: uma ambulância não é a solução. Mas você vai conseguir encontrá-la sozinha. Porque quando a vida parece que está perdendo seu significado e você sente está desperdiçando-a em tarefas de rotina e trabalhos inúteis, você tem que agir. Agir agora, e agir suavemente, mas firmemente.

Sem dramas, mamãe

Vamos começar com a regra de ouro: quando você se sentir mal, não se permita qualquer influência triste ou melancólica. Isso é um desperdício de vida, um desperdício de uma noite perfeitamente boa. Você pode ouvir sua música favorita sobre decepções da vida outro dia.

Mergulhe na oração e no silêncio

Sente-se confortavelmente. Desligue tudo, incluindo seu smartphone. E comece a cuspir tudo o que te machuca. Tudo. Diga honestamente e em voz alta todos os seus arrependimentos, preocupações, raiva. Você tem o direito de fazer isso. Você está passando por um momento difícil. Nesse espaço, ninguém pode dizer que não há nada para se preocupar, ou que existem outras pessoas no mundo que têm problemas maiores, mais terríveis do que os seus. Estes são seus problemas e preocupações, e você tem direito a eles. Se você acredita em Deus, diga a ele. Se não, basta tirar tudo do seu peito, e ouvir a sua própria voz.

Você está se comparando a alguém?

Na maioria das vezes, ficamos assim, sentindo decepção de nós mesmas e de nossas vidas depois de passarmos nos perfis alegres de nossas amigos, conhecidas e celebridades no Facebook ou Instagram. Elas são tão lindas! E tão ricas! E tão felizes! Não, elas não são.Todo mundo tem problemas  – inclusive as celebridades. O que me leva à minha terceira regra: apenas compare-se com mulheres que são verdadeiramente dignas de serem uma inspiração. Leia sobre Amelia Earhart, ou Audrey Hepburn, olhe para os poemas de Elizabeth Barrett Browning – que vão te colocar no caminho certo de uma vida bonita e feliz.

Sua carta de resgate

Pegue um caderno e uma caneta. Faça um gráfico – não, eu não estou brincando. Divida-o ao meio. De um lado, escreva as mudanças que você gostaria de ver em sua vida e, de outro, os sonhos que você gostaria de realizar. Nada ajuda a melhorar um mau humor como um plano construtivo. Toda crise é uma oportunidade que não deve ser desperdiçada. Um plano para você transformar essa crise em algo mais benéfico.

A vida nos mostra que, se não estivermos no caminho dela de vez em quando, nossos sonhos podem não se tornar realidade. Porque eles não vão cair no seu colo. Acho que é por isso que gosto da peça de Samuel Beckett “Esperando Godot”. Os personagens centrais, Gogo e Didi, estão esperando e esperando ao longo do curso da peça, caindo em crescente apatia. Nada nem ninguém aparece. Se você não assistiu à versão do filme, deveria. Mas não esta noite! Depois de fazer o seu gráfico, vá dormir o mais rápido possível.

Além disso, lembre-se que, embora você esteja triste, e talvez esteja certa, as coisas estão ruins. Tenha em mente que, para citar Scarlett O’Hara, amanhã é outro dia. E, mesmo quando os tempos são difíceis, pode ser o começo de algo novo . Porque você não pode esperar por outras pessoas para resgatá-la. Você está no comando.

Este artigo foi publicado originalmente na edição polonesa de Aletei

Compartilhar
Comentar
Boletim
Receba Aleteia todo dia