Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 12 Maio |
São Pancrácio
home iconEstilo de vida
line break icon

As pessoas que não namoram vivem que tipo de amor?

Reportagem local - publicado em 04/02/13

Por meio do segundo voto, de pobreza, o consagrado manifesta que Deus é a única riqueza do homem. Aqui ele segue as regras do seu instituto, quanto à limitação no uso e disposição dos bens. Este voto manifesta uma vida vivida em sobriedade e alheia à riqueza da terra.

Por fim, a obediência expressa a graça libertadora de uma dependência filial e não servil, rica de sentido de responsabilidade e animada pela confiança recíproca, entre o religioso e seus superiores legítimos (cf. VC, 21).

“Com tal identificação ‘conformativa’ ao mistério de Cristo, a vida consagrada realiza a título especial aquela confessio Trinitatis, que caracteriza toda a vida cristã, reconhecendo extasiada a beleza sublime de Deus Pai, Filho e Espírito Santo, e testemunhando com alegria a sua amorosa magnanimidade com todo o ser humano” (VC, 16).

A vida consagrada expressa o buscar-se recíproco entre Deus e homem, o amor que os atrai. É a autoridade da Igreja que regula sua prática. As diversas formas de vida, quer solitária ou comum, surgidas no decorrer da história, são como os múltiplos ramos da árvore frondosa desse estilo de vida.

São muitas as opções para uma pessoa que quer abraçar a vida consagrada. Há os Institutos de Vida consagrada (Ordens e Congregações religiosas, masculinas e femininas, Institutos Seculares), as Sociedades de Vida Apostólica, a vida eremítica, as virgens consagradas e suas associações, além das novas formas de vida consagrada.

No caso específico da vida religiosa, em que se mantém a castidade no celibato, ela se distingue das outras modalidades de vida consagrada “pelo aspecto cultual, pela profissão pública dos conselhos evangélicos, pela vida fraterna levada em comum, pelo testemunho de união com Cristo e com a Igreja” (CIC, 925).

A vida religiosa nasceu no Oriente, nos primeiros séculos do cristianismo. Hoje ela é vivida em institutos canonicamente erigidos pela Igreja. Aqui, por exemplo, estão as diversas congregações religiosas masculinas e femininas, como, jesuítas, franciscanos, dominicanos, carmelitas, beneditinos.

A Irmã Maria Luiza vive sua consagração na família dos Carmelitas Descalços. Sendo assim, mora em um convento que se chama Carmelo. “É um palácio, mas não é meu. É um palácio de Deus”, afirma.

O coração da carmelita “se dilata para o mundo inteiro”. “É uma luz que irradia”, diz a religiosa. “A gente ama todos e cada pessoa, sem distinção, desejando o bem de cada irmão. A carmelita se torna uma irmã universal. A nossa vida de oração é sempre por amor a Deus, desejando a glória de Deus, e desejando o bem dos irmãos”.

A Irmã Maria Luiza entrou no Carmelo recitando o Salmo que louvava a alegria de ir à casa do Senhor. Após 56 de consagração, com entusiasmo e um sorriso nos lábios, ela reafirma: “é uma alegria que até hoje está em meu coração”.

Referências:

A Aleteia entrevistou e consultou a Irmã Maria Luiza de Medeiros, OCD (carmelita descalça). As referências utilizadas neste artigo foram: Exortação Apostólica Pós-Sinodal “Vita Consecrata”; site oficial dos Carmelitas; Catecismo de Igreja Católica; Código de Direito Canônico; Decreto “Perfectae Caritatis”.

  • 1
  • 2
Tags:
CastidadeCelibatoReligiosos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
3
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
4
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
5
Reportagem local
Triste, surpreendente, inspirador: o drama e o recomeço da menina...
6
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
7
Reportagem local
3 fatos cientificamente inexplicáveis sobre a imagem de Guadalupe
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia