Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 10 Maio |
home iconAtualidade
line break icon

Cardeal alemão e a pílula do dia seguinte: novo falso furo de reportagem

Aleteia Brasil - publicado em 04/02/13

Não houve nenhuma modificação na doutrina da Igreja sobre o aborto

Mais uma vez, interpretações erradas das afirmações do cardeal Joachim Meisner, arcebispo de Colônia (Alemanha) – que afirmou que a pílula do dia seguinte pode ser “justificável” se não tiver como consequência provocar o aborto, mas impedir a fecundação depois de um estupro –, levaram meios de comunicação de todo o mundo a considerar que houve um racha no Magistério da Igreja quanto ao uso dos contraceptivos.

Na realidade, as declarações do cardeal não comprometem em nada a postura da Igreja católica sobre o aborto, que deve ser sempre rejeitado. 

O cardeal pediu desculpas a uma jovem de 25 anos que, no dia 15 de dezembro passado, foi a dois hospitais católicos depois de ter sido estuprada. Nenhum dos dois hospitais aceitou ministrar-lhe a pílula do dia seguinte. 

A definição de pílula do dia seguinte, recorda o cardeal, compreende diversos preparados com diferentes princípios ativos, cujos efeitos diretos e colaterais tornam-se cada vez mais claros na discussão científica, dando assim a possibilidade de extrair consequências éticas. 

“Se depois de um estupro for empregado um medicamento cujo princípio ativo visa a impedir a concepção, com o fim de impedir a fecundação, trata-se na minha opinião de um ato justificável”, afirmou. Se um medicamento, “cujo princípio ativo visa a impedir a implantação, é utilizado com a intenção de impedir a implantação do óvulo já fecundado, isso continua sendo injustificável, porque, deste modo, do óvulo já fecundado, ao qual se deve a proteção devida à dignidade do ser humano, é retirado ativamente seu fundamento vital”.

O fato de que, de forma natural, óvulos fecundados se desprendam sem intervenção humana, explicou o cardeal, “não justifica a imitação, por parte do homem, de forma ativa, desse processo natural. Porque o fim de uma vida humana por via natural é chamado de evento natural. Enquanto que sua imitação intencional é chamada de assassinato”.

O presidente da Federação Internacional das Associações de Médicos Católicos (FIAMC), dr. José María Simón Castellví, expressou uma postura análoga à do cardeal, indicando que ministrar a pílula do dia seguinte “não é aceitável a partir de uma sã antropologia e da moral da Igreja”.

Em conversa com a Aleteia, o médico explicou que o fármaco “evita a implantação de um pequeno embrião humano (uma pessoa microscópica), em 70% dos casos em que atua”. 

O debate sobre a pílula do dia seguinte se trava nas discussões sobre o momento que se dá a existência de uma nova pessoa: o da fecundação do óvulo ou o da implantação do embrião no útero da mãe. O problema trazido pela pílula do dia seguinte é que sua maior efetividade é voltada não para prevenir a fecundação (cujo uso poderia ser lícito em caso de estupro), mas sim para prevenir a implantação do embrião, o que implica a morte de um novo ser humano (Cf., em espanhol, http://www.investigadoresyprofesionales.org/).

Tags:
AbortoViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
3
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
4
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
5
Reportagem local
Triste, surpreendente, inspirador: o drama e o recomeço da menina...
6
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
7
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia