Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconAtualidade
line break icon

Os militares do Papa

Jaime Septién - publicado em 01/03/13

Críticos vazios repetem lugares-comuns na mídia, sem entender as razões do pontífice

Há muitas versões sobre a famosa pergunta de Stalin: “Quantas divisões militares tem o Papa?”. A realidade é que Stalin falou a Pierre Laval, ministro francês de Assuntos Exteriores, pouco depois da Alemanha restabelecer suas forças aéreas e implementar o serviço obrigatório, em maio de 1935. Desde então, até hoje, a pergunta tem sido motivo de piada contra o Papa, que é defendido por alguns soldados com vestes folclóricas, desenhadas por Michelangelo.

O empenho de muitos críticos consiste em mostrar a Igreja católica como uma organização política um tanto ridícula, decadente, governada por um presidente mundial (o Papa), apoiado em vice-presidentes de diversas nacionalidades (os cardeais) e em governadores locais (os bispos). Os sacerdotes seriam os burocratas de nível inferior. E as monjas, suas secretárias…

Por mais contraditório que seja, esses mesmos críticos dotam a Igreja Católica de um poderio imenso. Político, obviamente. Baseado em enganar e em ameaçar ao inferno 1,2 bilhão de seres humanos, crentes em fantasias como a ressurreição de Jesus ou sua permanência através da eucaristia. Tudo para ganhar dinheiro, manter os negócios vaticanos em segredo, tirar heranças de viúvas ricas e abusar de menores de idade.

A renúncia de Bento XVI reacendeu a artilharia contra a Igreja. Todos os críticos sabem perfeitamente os motivos de Bento XVI a se retirar a uma vida de oração. Motivos que se resumem em dois: a) os lobos o assustaram, b) porque a barca de Pedro já afundou e o capitão está saindo antes de se afogar… Por trás de todas essas elucubrações, persiste a ideia de que a Igreja católica é um grupo de políticos de batina, aliados às mais obscuras forças antiprogressistas.

Não necessariamente toda opinião tem valor. Seria valiosa se fosse bem fundamentada. Ajudaria a entender a profundidade de um gesto como a renúncia. Algo próprio dos críticos vazios é repetir o que se tem dito. Repetir uma mentira um milhão de vezes jamais gerou uma verdade. Por exemplo, a mentira de que a essência da Igreja é política e que o Papa desistiu por já não ter em suas mãos o comando. A um ato de suprema liberdade – inusitado em nosso entorno social e político – é lançado na lama da suspeita. 

O Papa não apresentou a renúncia a um Congresso. Ninguém teve de aceitá-la. É a Jesus que ele devolve o cetro. Ao dono e senhor da Igreja. Ele saberá quem nomear como seu vigário na Terra. Essa é a compreensão de uma instituição cuja origem é sobrenatural. 

Stalin não entendeu que as “divisões militares do Papa” não estão compostas por canhões, mas de homens e mulheres que amam a paz e têm pro mandamento supremo as obras do amor. Os críticos vazios não entendem hoje que o Papa não se vai: ele permanece, como Santa Teresinha, no coração da Igreja.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Bento XVIPaparenuncia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia