Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa: se perturbarmos, bendito seja o Senhor, coragem!

radiovaticana
Compartilhar

Segundo o Papa, o Senhor quer que nós sigamos adiante, com “fervor apostólico”, nunca sendo “cristãos de salão”, acomodados

A Igreja precisa de fervor apostólico e não de cristãos de salão. Essas foram palavras do Papa Francisco em sua homilia de hoje na Casa Santa Marta.

 

Citando o exemplo de Paulo, o Papa afirmou que a vida do apóstolo caminhou “de perseguição em perseguição”, mas ele nunca desanimou. “Ele olhava ao Senhor e ia adiante”. 

 

“Paulo incomodava: com sua pregação, com seu trabalho e com o seu comportamento, porque anunciava Jesus. Mas o Senhor quer que nós sigamos adiante, que não nos refugiemos numa vida tranquila, em estruturas senis. Paulo continuava a anunciar, porque tinha em si a atitude cristã de zelo apostólico”. 

 

Segundo o Papa, “zelo apostólico não é entusiasmo pelo poder, pelo ‘possuir’. É algo que vem de dentro, que o próprio Senhor quer de nós. O zelo apostólico provém do conhecimento de Jesus Cristo, do nosso encontro pessoal com ele”. 

 

O zelo apostólico “tem algo de louco, mas uma loucura espiritual, salutar". Paulo tinha esta “loucura”. Entretanto, na Igreja existem muitos cristãos “mornos”. 

 

“Existem também os cristãos de salão, não é? Os educados, tudo bem, mas que não são filhos da Igreja com o anúncio e o fervor. Hoje, peçamos ao Espírito Santo que nos dê este fervor apostólico e a graça de incomodar as coisas que são tranquilas demais na Igreja; a graça de irmos às periferias existenciais não só nas terras distantes, mas aqui nas cidades, onde é necessário o anúncio de Jesus Cristo. E se perturbarmos, bendito seja o Senhor. Como disse o Senhor a Paulo: ‘coragem!’”. 

 

Com Rádio Vaticano

Boletim
Receba Aleteia todo dia