Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

“Liberdade” sexual

Jacques COUSIN/CIRIC

Aleteia Vaticano - publicado em 17/05/13

JMJ Rio 2013, temas fundamentais para a juventude: "uma sociedade que busca primar pelos instintos em detrimento da razão e do espírito é facilmente manipulável"

A biologia ensina que o ser humano é um animal sexuado, ou seja, se reproduz através do ato sexual, fato que fundamenta a comparação com outros animais que também se reproduzem da mesma forma. Há quem compare o comportamento sexual humano com o comportamento sexual de um cachorro e fundamenta-se exatamente no fato deste também ser sexuado. Embora pareça óbvio que a comparação com outros animais diminua o valor do ser humano, muito se defende hoje a ideia do sexo livre em detrimento do compromisso, promove-se a vivência de uma sexualidade fundamentada no instinto e na busca pelo prazer. Há que se lembrar, ainda que pareça insensato ser necessário, que o ser humano além de sexuado é um animal racional e além de racional é um ser espiritual.

Sendo o ser humano um ser de dimensões bio-psico-espiritual, sua sexualidade não está dependente apenas de seus instintos de procriação ou de preservação da espécie, à medida que evolui, o homem encontra novos sentidos para a vivência de sua sexualidade. Diferentemente dos animais, o ser humano é um ser totalmente dependente. Ao nascer, um bebê necessita ser cuidado, alimentado e, à medida que vai crescendo, necessita ser educado e protegido. Embora hoje se fale de diferentes formas de família, as ciências humanas e em especial a psicologia ensinam que os vínculos afetivos que ligam o filho à mãe e ao pai, e também os pais entre eles, são de vital importância para o desenvolvimento saudável de uma criança. Esta interdependência que se dá entre os seres humanos determina um novo sentido à sexualidade, a necessidade de um compromisso. O ato sexual, embora seja prazeroso e possível de ser realizado com diferentes e diversos parceiros, requer um caráter de compromisso de fidelidade, pois para que um filho cresça de forma saudável faz-se necessária a presença do pai e da mãe e, mais que isso, a união harmoniosa de ambos selada em um vínculo de amor.

A castidade é um valor, pois representa a possibilidade de vivência de uma sexualidade segura. O jovem que aprende a importância da castidade é capaz de educar-se, harmonizando as forças hormonais que se estruturam em seu corpo viril e cheio de potência de vida. A vivência da castidade educa o corpo e revela aos instintos que estes não são capazes de comandar as atitudes, embora sejam presentes, quando harmonizados aprendem a obedecer à razão e ao espírito.

Hoje, em todo o mundo, há diferentes teorias sobre a educação sexual, fala-se de uma liberdade sexual fundamentada na resposta aos instintos em detrimento da razão e da importância dos vínculos afetivos. Em países do terceiro mundo os governos optam por promover o sexo livre desde o início da adolescência. No Brasil o governo segue o mesmo caminho, distribuindo preservativos, anticoncepcionais e até a pílula do dia seguinte gratuitamente para toda a população, sem oferecer uma educação sexual e sem falar sobre o valor dos vínculos afetivos e da castidade.

Se por um lado uma sociedade evoluída é aquela onde as pessoas aprenderam a primar pela razão e o espírito acima dos instintos, uma sociedade que busca primar pelos instintos em detrimento da razão e do espírito é facilmente manipulável, jamais livre, ao contrário, escrava de seus próprios condicionamentos.

*Élison Santos é Psicólogo Clínico

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia