Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que representamos o Espírito Santo em forma de pomba?

© P.M WYSOCKI / LUMIÈRE DU MONDE
El Espíritu Santo en forma de paloma
Compartilhar

Conheça o significado deste símbolo desde a época bíblica até os dias de hoje

A resposta está no Evangelho de Mateus, dentro da narração do batismo de Jesus, na qual se lê: “Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus” (3, 16).

Os Evangelhos de Marcos (1, 10) e Lucas (3, 21-22) narram o fato com palavras semelhantes. O de São João fala por meio de João Batista, como sinal de reconhecimento de quem era Jesus: “Vi o Espírito descer do céu em forma de uma pomba e repousar sobre ele” (1, 32).

Quando se quer representar a Santíssima Trindade em imagens, não é igualmente fácil a representação de cada uma. O mais simples, evidentemente, é representar o Filho, a segunda Pessoa, já que Ele se encarnou. E lhe corresponde propriamente a forma humana, pois, além de ser Deus, é verdadeiro Homem.

Em segundo lugar, encontra-se a pessoa do Pai. Ele não se encarnou, mas se recorre à figura de um pai humano de Jesus, com bastante lógica.

Mas… e o Espírito Santo? Um espírito é irrepresentável como tal, por definição. Restava, como única solução razoável, rastrear as Escrituras, sobretudo o Novo Testamento, em busca de figuras com as quais sua pessoa ou ação se fizeram presentes visivelmente.

Deste rastreamento surgem duas figuras: a pomba, que aparece na batismo do Senhor no Jordão; e as línguas de fogo, que repousam sobre os apóstolos em Pentecostes. O imaginário cristão utilizou as duas. A pomba é mais utilizada provavelmente por se tratar de uma imagem mais próxima ao pessoal que uma língua de fogo.

Mas por que o Espírito Santo quis adotar a forma de pomba? Isso não pode ser respondido com certeza, mas se pode especular um pouco ao respeito.

Atualmente, a pomba simboliza sobretudo a paz, e isso também tem uma origem bíblica, pois faz referência à pomba que Noé soltou da arca três vezes e que voltou na segunda vez com um ramo de oliva no bico; na terceira vez, já não voltou (cf. Gênesis 8, 8-12), o que quer dizer que a paz e a normalidade haviam retornado ao mundo. De qualquer maneira, não parece haver uma relação direta.

O mais provável seria acertar a resposta se a pergunta não fosse o que ela simboliza agora, mas o que simbolizava naquela época.

No Cântico dos Cânticos, lemos o seguinte, como parte de um poema na boca do amado: “Abre-me, minha irmã, minha amiga, minha pomba, minha perfeita” (5, 2). No Talmud judaico, há uma referência a que a pomba era sinal de castidade (cf. Eruvim, 100b). No Evangelho, aparece a recomendação de que os discípulos sejam “prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mt 10, 16).

Tudo isso aponta a que, na simbologia de Israel, na época de Cristo, a pomba era figura de um amor simples e limpo. E isso tem muito a ver com a pessoa do Espírito Santo, que procede do amor entre o Pai e o Filho, e é enviado a nós como um dom, para conduzir-nos à plenitude do amor de Deus.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.