Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconReligião
line break icon

Papa Francisco: Deus escuta quem clama diante do sofrimento

Aleteia Vaticano - publicado em 05/06/13

“Há muitas pessoas que vivem quase ao limite: crianças desnutridas, prófugos, doentes terminais”, afirmou o Papa, pedindo oração sincera

Suplicar a Deus diante dos próprios sofrimentos não é pecado, mas uma oração que chega ao coração do Senhor. Foi o que afirmou o Papa Francisco na manhã desta quarta-feira na missa na Casa Santa Marta.

A história de Tobias e Sara, recolhida da primeira leitura do dia, foi o centro da homilia do Papa: duas pessoas justas que vivem situações dramáticas.

“São pessoas em situações limite, situações precisamente no subsolo da existência, e buscam uma saída. Lamentam-se, mas não blasfemam”, afirmou o Papa.

Segundo Francisco, “lamentar-se perante Deus não é pecado. Um sacerdote que conheço uma vez disse a uma mulher que se lamentava ante Deus por suas calamidades: ‘senhora, essa é uma forma de oração. Siga em frente’. O Senhor escuta nossos lamentos”.

Há muitas pessoas que vivem quase ao limite, afirmou o Papa: crianças desnutridas, prófugos, doentes terminais. Nesses casos, há que se fazer como disse Jesus, rezar.

“Rezar por eles. Eles devem entrar em meu coração, devem ser uma inquietude para mim: meu irmão sofre, minha irmã sofre. Este é o mistério da comunhão dos Santos; rezar ao Senhor: ‘mas, Senhor, olhe para esta pessoa: chora, sofre’. Rezar, permita-me que o diga, com a carne: que nossa carne reze. Não com as ideias. Rezar com o coração”. 

As orações de Tobias e Sara, que, ainda que pediam a morte, dirigem-se ao Senhor, dão-nos esperança – explicou o Papa – porque são acolhidas por Deus a sua maneira, que não os deixa morrer, mas cura Tobias e dá finalmente um marido a Sara.

“A oração – afirmou o Papa – sempre chega à glória de Deus, sempre, quando é oração que parte do coração”. Francisco convidou a rezar pelos que vivem situações dramáticas, sofrem muito e, como Jesus na cruz, gritam: “Pai, Pai, por que me abandonaste? Rezemos para que nossa oração chegue e seja um pouco de esperança para todos nós”.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
OraçãoPapa FranciscoSofrimento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia