Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

JMJ não terá problemas de segurança, garante Vaticano

Aleteia Vaticano - publicado em 11/06/13

Autoridades locais também dão garantias de uma JMJ segura; Jornada se circunscreve nos grandes eventos que o Brasil quer acolher com excelência

A segurança do Papa Francisco, dos peregrinos e da população do Rio de Janeiro durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é uma prioridade. 

“Creio que não se terá nenhum problema de segurança nem com o Papa nem com as pessoas que lá estarão porque estamos estudando tudo nos mínimos detalhes, com todas as particularidades”, garantiu o general Domenico Giani, comandante da Gendarmeria (Polícia do Vaticano).

De acordo com Giani, está sendo montado um esquema tático com a participação de componentes políticos, civis e militares da segurança, além de uma logística com técnicos.

Um exemplo é o policiamento em Guaratiba, onde está sendo instalado o Campus Fidei, local da vigília dos jovens com o Papa. “Creio que posso dizer que é uma bela área que acolherá muita gente”, destacou.

A comitiva de segurança do Vaticano está no Rio de Janeiro desde a semana passada para discutir os detalhes da visita do Papa. 

Durante a semana, eles tiveram encontros com autoridades do Governo Federal, Estadual, da Prefeitura do Rio de Janeiro, e também com membros da Igreja, como o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, que também é presidente do Comitê Organizador Local da JMJ.

“No que diz respeito à segurança, creio que posso dizer que se está fazendo o máximo e que não se vê problema com a segurança”, disse Giani.

Proximidade

O comandante explicou ainda que o Papa estará visível e próximo à população em muitas ocasiões com o uso do papamóvel. Giani destaca que as visitas do Papa ao Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus (HSF) e à Comunidade de Varginha, em Maguinhos, terão um significado especial.

"A visita à comunidade será muito importante para a Igreja e para o Papa. Será um momento muito importante para o Santo Padre de encontro com o mundo da pobreza e do sofrimento, porque ele deseja uma Igreja a serviço do povo, uma Igreja pobre a serviço do pobre”, disse.

Rio de Janeiro

O subsecretário extraordinário para Grandes Eventos, da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, delegado federal Roberto Alzir, dá a garantia das autoridades locais de uma JMJsegura para os peregrinos.

Os investimentos em segurança para o Rio de Janeiro antes da Jornada já fazem parte de uma estratégia adotada pelo Governo do Estado.

“Trabalhamos com o conceito de Estado seguro, eventos seguros. Neste sentido, os grandes eventos são oportunidades para promover melhorias que vão ficar para a população”, disse.

Segundo ele, alguns investimentos ficarão como “legado para os moradores e visitantes do Rio”. Por exemplo, o Centro Integrado de Comando e Controle.

Inaugurado no dia 31 de maio, este Centro de R$ 108 milhões de Reais reúne a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, as Forças Armadas, a Polícia Civil, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, além de serviços da prefeitura e concessionados. Entre 800 e 1.200 agentes das forças de segurança passam diariamente pelo local. O centro funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Alzir defende que o Governo vem investindo fortemente na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro desde 2007. Os recursos destinados a aquisições, obras e remuneração extraordinária de policiais nos seus horários de folga chegaram a R$ 700 milhões. 

O delegado destacou ainda o programa de pacificação de favelas no Rio de Janeiro. 33 Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) foram instaladas em favelas do Rio até o momento. Elas têm como objetivo a retomada permanente de comunidades dominadas pelo tráfico de drogas, assim como a garantia da proximidade do Estado com a população.

Todos os órgãos governamentais aportarão recursos máximos para segurança. O objetivo é “garantir a segurança de todos os participantes diante do enorme desafio de receber no Estado do Rio de Janeiro, além do Papa e seu séquito, significativa quantidade de visitantes”, disse o subsecretário

Com JMJ Rio 2013

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JMJ
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia