Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Moderano
Atualidade

Por que algumas músicas parecem mais profundas quando estamos apaixonados?

Tommie Gold - publicado em 12/06/13

“Homens sábios dizem que só os tolos se apaixonam, mas eu não consigo evitar de me apaixonar por você”, cantava Elvis Presley, encantando multidões

Música – e também música pop – é uma experiência grandiosa. Seja por parte do ouvinte, do autor, do artista ou de todos – algo ressoa nos corações.

A sensação é de emoção.

Se você ouve Can’t Help Falling In Love, o primeiro verso é um grande exemplo dessa liberdade de emoção e expressão: “homens sábios dizem que só os tolos se apaixonam / mas eu não consigo evitar de me apaixonar por você.”

Quando você é adolescente, ao lavar a louça (eu passei provavelmente mais tempo que o permitido atrasando a limpeza ouvindo música), este verso parece maravilhoso e romântico – e realmente é. Mas é também aterrorizante se você está nesta situação. Por outro lado, se você já esteve apaixonado, certamente reparou como as canções pop – mesmo as ruins – de repente assumem novas profundidades.

Dentre as inúmeras opiniões que você tem quando é jovem e está decidindo suas preferências, as mais memoráveis são as musicais. Certa vez eu entrei em uma discussão sobre quem seria melhor: Frank Sinatra ou U2? Essa discussão poderia ter sido facilmente esquecida com o tempo, a não ser pelo fato de que meu colega de escola argumentou que o Frank Sinatra não poderia ser superior, pois nem sequer escrevera as próprias músicas, como o U2.

Eu fiquei pasmo. Era a primeira vez que eu estava sendo exposto ao todo poderoso "argumento da autenticidade". O argumento de que o U2 era melhor que o Frank Sinatra afirmava que, para ser autêntico, é preciso ter a experiência em primeira mão e fazer tudo original.

Mas não é assim que a criatividade funciona. Tínhamos de ter Beethoven – e tudo que veio depois – antes de chegarmos aos Rolling Stones. A música, como as artes em geral, constrói-se de época em época. Ela toma elementos do passado e reflete sobre eles, ou cria uma ruptura com as convenções, mas, mesmo assim, necessariamente exige o passado como um ponto de referência. Você pode ouvir ecos de Beethoven nos Stones, mas não o contrário.  

No entanto, quando alguém busca por autenticidade na interpretação, aí pode, de forma autêntica, executar uma canção. Isso é o que faz a diferença entre uma técnica acurada, mas insípida, e uma outra versão com profunda emoção, em que o próprio ser do artista – a sua humanidade – torna-se intimamente envolvido com a música que está interpretando. Assim ele traz algo novo a essa interpretação. E isso se torna o seu estilo.

A emoção contagia. A sensação pode ser grandiosa e tocar milhões de pessoas. A música pode nos conectar com nosso interior. 

As nove músicas a seguir são todas covers. Não deixe de ouvir, clicando nos links.

Johnny Cash interpretando One, do U2:

One

Josh Ritter interpretando Moon River, de Henry Mancini:

Moon River

Camera Obscura interpretando Super Trouper, do Abba:

Super Trouper

Rilo Kiley interpretando After Hours, do Velvet Underground:

After Hours

David Bowie interpretando God Only Knows, dos Beach Boys:

God Only Knows

Claudine Longet interpretando Jealous Guy/Don’t Let Me Down (John Lennon/ Beatles)

Jealous Guy/Don’t Let Me Down

Yael Naim interpretando Toxic, da Britney Spears:

Toxic

Amy Winehouse interpretando Garota de Ipanema, de Tom Jobim:

The Girl from Ipanema

Lauryn Hill interpretando Can’t Take My Eyes Off of You (Frankie Valli and the 4 Seasons)

Can’t Take My Eyes Off of You

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ArteMúsica
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia