Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEstilo de vida
line break icon

“DesOrientação” Sexual

Aleteia Vaticano - publicado em 17/06/13

JMJ formação da juventude - crise existencial: a psicologia considera ao menos sete possíveis causas de comportamentos homossexuais

Como orientar-se sob um milhão de pingos de chuva? Como saber com clareza para qual direção seguir quando existe um milhão de opiniões diferentes sobre como a vida deve ser? A crise que muitos adolescentes e jovens enfrentam não é uma crise sexual, mas uma crise existencial. Diferentes opiniões acerca da vida sexual sempre existiram, porém hoje elas foram legitimadas com o enfraquecimento da verdade e o avanço de uma pseudo-ciência que busca com sofismas validar hipóteses já superadas e fazer com que casos específicos se tornem generalizados, ferindo a dignidade e desorientando adolescentes e jovens que se encontram em processo de formação. Assim acontece na educação sexual, especialmente no que se refere à homossexualidade.

A homossexualidade existe e sempre existiu, é uma realidade que vai muito além do discurso político ou moralista. Quem vive as marcas da homossexualidade sofre por não encontrar explicações seguras e muito menos orientação sobre os sentimentos que experimenta. Há movimentos extremistas que querem fazer com que a sociedade aceite todo e qualquer tipo de comportamento homossexual, movimentos que jogam em um só recipiente todo e qualquer tipo de atração sexual pelo mesmo sexo considerando tudo a mesma coisa, confundindo os adolescentes e principalmente os pais mais desavisados e menos preparados para compreender os filhos. 

A psicologia considera ao menos sete possíveis causas de comportamentos homossexuais: A primeira é o complexo de édipo não resolvido, ou seja, um relacionamento entre mãe e filho que não dá espaço para o pai, são as chamadas “mães fálicas” que possuem uma personalidade invasiva, superprotetora, possessivas que enfraquecem ou obstacularizam a identidade do filho. Desta forma a mulher não possibilita a confiança do filho nele mesmo. Este caso não é considerado propriamente homossexualidade, pois se fundamenta em um problema de auto-confiança que chegou a afetar sua sexualidade.

A segunda possível causa está na fase da adolescência, no período das micro-culturas, onde meninos e meninas podem chegar a experimentar diferentes formas de contatos que os excitam sexualmente. A sensação de excitação pelo contato com pessoas do mesmo sexo não representa necessariamente a homossexualidade. A terceira possível causa está relacionada a personalidades hipersensíveis dominadas pelo perfil feminino, são homens cuja personalidade está atravessada pela estética, a harmonia, a beleza, seu prazer é a beleza, são considerados afeminados, e tidos como homossexuais pelas pessoas a sua volta, sentem-se humilhados e muitas vezes confusos por não compreenderem as pressões sociais, não sentem prazer no sexo homossexual por o considerarem feio, fora da estética.

A quarta possível causa é de ordem orgânica, pode referir-se a tumores na hipófise nos homens ou nas supra-renais nas mulheres. Muitos tumores são causas de transtornos sexuais. Neste caso não se pode considerar como homossexual, pois o comportamento também se baseia em um problema e não em uma base natural. A quinta causa possível é a esquizofrenia ou também a dipsomania, nestes casos a homossexualidade pode aparecer como sintoma acompanhado do consumo compulsivo de bebidas e remédios e da lentidão e dificuldade para relacionarem-se. Também não devem ser considerados homossexuais. 

O sexto caso está relacionado à perversão, são homens e mulheres que experimentam o prazer sexual não apenas em atos homossexuais, mas podem também estar relacionados com prazer sado-mazoquista, ou em sexo com animais, e envolvendo inclusive a morte. A perversão é uma doença e anula a consciência ética do indivíduo. 

  • 1
  • 2
Tags:
AbortoFamíliahomossexuaisJMJSexualidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
7
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia