Aleteia

Governo brasileiro garante segurança para JMJ

Compartilhar

“Tudo está correndo normalmente, não vamos fazer nenhuma modificação, tanto na programação quanto na data”, disse cardeal

O presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), cardeal Raymundo Damasceno, afirmou que a presidente Dilma Rousseff garantiu a segurança para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e a visita do papa Francisco ao Brasil, no fim de julho, no Rio de Janeiro.

 

“É missão do Estado, do município, do próprio governo estadual dar garantia a todos os cidadãos que vêm ao Brasil. E é claro que ela vai nos garantir porque se trata de um evento muito grande. Falamos em 2 milhões de pessoas. E além do mais, temos a presença do Santo Padre”, disse o cardeal, que se reuniu com Dilma na sexta-feira.

 

Não se cogita alterar a data ou a programação da JMJ. Segundo o cardeal, “uma ou outra manifestação” que possa ocorrer paralelamente ao megaevento católico será normal, como já aconteceu em outros países que sediaram a jornada.

 

“Não estou preocupado. Tudo está correndo normalmente, não vamos fazer nenhuma modificação, tanto na programação quanto na data. Os governos têm a missão, a tarefa de guardar a segurança daqueles que vão participar da jornada. Temos certeza de que jovens que virão serão muito bem acolhidos”, disse o presidente da CNBB.

 

Em relação às manifestações que ocorrem no país, Dom Damasceno afirmou que Dilma está “atenta” e “procurando entender” as demandas dos que estão indo às ruas.

 

“Ela está atenta ao que está acontecendo, mas sempre procurando também entender o que essas manifestações querem dizer ao governo, à sociedade, e a partir daí dar enfoques diferentes às políticas públicas”, disse o cardeal.

 

(Com Agência Brasil)

 
Boletim
Receba Aleteia todo dia