Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 18 Janeiro |
home iconAtualidade
line break icon

Religião vista como cigarro: prejudicial à saúde da sociedade. Será?

Aleteia Vaticano - publicado em 01/07/13

O laicismo empobrece a democracia, segundo o espanhol Andrés Ollero, magistrado do tribunal constitucional

O laicismo já não considera que é preciso perseguir a religião nem acredita que ela seja o ópio do povo, mas sim uma espécie de cigarro, supostamente prejudicial à saúde da sociedade: "Fume pouco e na sua casa".

Esta foi a explicação dada por Andrés Ollero, magistrado do Tribunal Constitucional Espanhol, em uma entrevista publicada originalmente pelo jornal da arquidiocese de Madri, Alfa y Omega.

Ollero diferencia uma laicidadepositiva, que considera a religião como algo positivo na vida social, e uma laicidadenegativa, que separa os poderes públicos de qualquer elemento religioso.

"Sem as contribuições das confissões religiosas, a vida social e a democracia se empobrecem", afirma o magistrado, que recorda que tal postura é defendida por grandes autores da filosofia política internacional, como John Rawls e Jürgen Habermas.

O laicismo, segundo Ollero, "acaba sendo uma confissão religiosa: somente quando se considera que o público é algo sagrado, entende-se que a existência de uma capela em uma universidade pública seja uma profanação".

O magistrado do Tribunal Constitucional se refere a "uma atitude laicista que obriga a esconder o religioso, que não considera mais a religião como o ópio do povo ou que deva ser perseguida, mas sim a considera como 'o tabaco' do povo – fume pouco e na sua casa".

E continua: "Isso empobrece a vida democrática, sobretudo em um momento – e isso é dito claramente por Habermas – em que precisamente no âmbito público faltam razões, se raciocina muito pouco".

"Habermas, por exemplo, que se preocupa com os elementos relacionados à biotecnologia, eugenia, bioética para nos entender, está convencido de que, de Wall Street, não virão os elementos éticos necessários."

E conclui: "Ainda sendo agnóstico, ele tem esperança de que as religiões ofereçam razões que permitam superar problemas tão graves em defesa da vida humana".

Tags:
LaicismoPolíticaReligiãoSociedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segu...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
Aleteia Brasil
Foi com esta oração que um brasileiro obteve ...
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus atra...
Reportagem local
Médica perde pai para covid: "Tomei a mais di...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia