Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Julho |
home iconEstilo de vida
line break icon

Escolha do sexo dos filhos: a banalização da reprodução assistida

Aleteia Vaticano - publicado em 02/07/13

Clínica espanhola defende mudança legislativa para que os pais possam escolher o sexo dos seus bebês

Uma clínica de reprodução assistida organizou um abaixo-assinado para mudar a legislação espanhola, permitindo que os pais possam escolher o sexo dos seus filhos. O Instituto de Reprodução Cefer já conseguiu o apoio do Congresso e agora precisa reunir 500 mil cidadãos para a sua causa.

A suposta aprovação desta IPL (iniciativa popular legislativa) suporia uma mudança nos pacientes das clínicas de reprodução assistida, que deixariam de ser somente mulheres sem o parceiro do sexo masculino, ou casais com infertilidade.

As clínicas começariam a atender também casais que se submeteriam a estas técnicas não por motivos médicos, mas pelo simples desejo de ter filhos de determinado sexo, adverte um artigo publicado em InfoCatólica.

O chefe da Unidade de Reprodução Humana do Hospital de Cruces de Bilbao, Roberto Matorras, está preocupado sobretudo com a situação dos embriões do sexo indesejado, bem como com a "banalização da reprodução assistida" que a escolha do sexo do filho pode implicar.

É verdade que existe uma técnica, a filtragem com espermatozoides, que permite selecionar os espermatozoides com mais tendência a formar um homem. No entanto, este é um procedimento "pouco eficiente" e, portanto, pouco utilizado, explica Matorras.

Por enquanto, o abaixo-assinado está sendo realizado nos 4 centros que Cefer possui em Barcelona, Lérida e Valência, mas em breve ele poderá incluir assinaturas nas demais clínicas de reprodução assistida da Associação Nacional de Clínicas de Reprodução Assistida.

Na Espanha, a lei impede que as pessoas que recorrem às técnicas de reprodução assistida possam escolher o sexo do seu filho, enquanto, em outros países, como Estados Unidos e México, isso é permitido.

Esta possibilidade afeta diretamente a dignidade do embrião humano, que tem direitos intrínsecos que devem ser defendidos e promovidos.

Tags:
FilhosPaternidadeSexualidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
3
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia