Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco: Cristão, nome: filho de Deus; estado civil: livre

xnnbl1pxzecbjsay7msuudkjwfzhp2vsizgtu_whg6pwetgk2ipsejvg2ppdgwowt1rabeobe2tnor5si4hpazc6tds.jpg

GABRIEL BOUYS

Vatican News - publicado em 04/07/13

Esta é a raiz da nossa coragem: somos livres, somos filhos... O Pai me ama e eu amo o Pai. Peçamos ao Senhor a graça de entender bem esta sua obra

Nós somos filhos de Deus graças a Jesus; ninguém pode nos roubar essa carteira de identidade. Foi o que afirmou o Papa Francisco na manhã desta quinta-feira, na missa na Casa Santa Marta.

Em sua breve meditação, sobre a Liturgia do dia, o Papa refletiu, de modo particular, sobre o Evangelho que fala da cura do paralítico. Primeiro, Jesus perdoou os seus pecados. Isso causou indignação dos presentes, pois, para eles, somente Deus poderia perdoar os pecados. Logo, isto para eles era uma blasfêmia.

Então, para demonstrar o poder de Filho de Deus, Jesus não só perdoou o paralítico, mas também o curou fisicamente. Portanto, em Jesus, o mundo é reconciliado com Deus: eis o milagre mais profundo.

“Esta reconciliação è a recriação do mundo. Eis a missão mais profunda de Jesus. A redenção de todos nós pecadores! É o que Jesus faz, não apenas com palavras, mas com gestos concretos, com a sua própria carne. Assim, Deus se torna um de nós, para curar os pecadores, a partir do seu interior”, afirmou Francisco.

Jesus – prosseguiu Francisco – nos livra do pecado, aliás, ele mesmo” se faz pecado” arcando com os nossos pecados: eis a nova criação, a sua glória, a nossa salvação. Este é o maior milagre feito por Jesus: tornar-nos filhos do Pai, na liberdade de filhos. É por isso que Jesus disse ao paralítico: “Coragem, filho, seus pecados foram perdoados”:

“Esta é a raiz da nossa coragem: somos livres, somos filhos… O Pai me ama e eu amo o Pai. Peçamos ao Senhor a graça de entender bem esta sua obra, o que Deus fez nele: Em Cristo, Deus reconciliou o mundo consigo, confiando-nos a palavra da reconciliação e a graça de levar adiante, com segurança e liberdade de filhos, esta reconciliação”.

Logo – concluiu o Papa –, somos salvos em Jesus Cristo! E ninguém pode roubar-nos esta “carteira de identidade”. Nosso nome: “filho de Deus”. Estado civil “livre”. Que linda carteira de identidade!

© Radio Vaticano

Tags:
CristãosliberdadePapa FranciscoPecado
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia