Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 11 Abril |
Santo Estanislau de Cracóvia
home iconAtualidade
line break icon

Papa Francisco: que o sistema penal vaticano sirva de exemplo

Jesús Colina - publicado em 15/07/13

Nova jurisdição para o Estado pontifício incentiva luta contra a criminalidade, especialmente a pedofilia

O Papa Francisco iniciou a reforma do código penal da Cidade-Estado do Vaticano para incentivar a comunidade internacional na luta contra a criminalidade e intensificar o combate à pedofilia.

O Pontífice busca dois objetivos fundamentais com a introdução desta normativa, apresentada em uma carta apostólica em forma de "motu proprio", publicada em 11 de julho. A síntese do documento foi apresentada pelo Vatican Information Service.

O primeiro objetivo é precisamente o de contribuir para que a comunidade internacional "adote instrumentos jurídicos adequados, que permitam prevenir e combater a criminalidade, favorecendo a cooperação judicial internacional em matéria penal".

O próprio Papa escreve o motivo: "Em nossos tempos, o bem comum é sempre mais ameaçado pela criminalidade transnacional e organizada, pelo uso impróprio do mercado e da economia e pelo terrorismo".

A legislação vigente até agora seguia o Código Zanardelli, adotado em 1929, depois da assinatura do Tratado de Latrão, que levou à criação do Estado do Vaticano.

Por este motivo, como recorda o Vatican Insider, Paolo Gabriele, antigo mordomo de Bento XVI que vazou segredos pontifícios para a imprensa, foi julgado somente pelo delito de roubo qualificado, o único aplicável em seu caso, pois nas normas não aparecia o atentado contra a segurança do Estado.

O segundo objetivo do Papa é garantir a defesa das pessoas mais vulneráveis, uma resposta contundente à onda de escândalos de pedofilia que ocorre dentro da Igreja e na sociedade inteira.

Um comunicado emitido pela Santa Sé especifica os delitos contra menores de idade condenados pelo documento nestes termos: "a venda, a prostituição, o recrutamento e a violência sexual contra eles; a pornografia infantil, o porte de material pornográfico infantil; os atos sexuais com menores de idade".

Serão submetidos às novas normas não somente todos os oficiais e funcionários da cúria romana, mas também os núncios apostólicos e a equipe diplomática da Santa Sé, bem como os funcionários de instituições relacionadas à Santa Sé, independentemente do fato de se encontrarem no território do Estado da Cidade do Vaticano ou não.

As novas normas que reformam o código penal vaticano entrarão em vigor a partir de 1º de setembro de 2013.

Tags:
Papa FranciscopedofiliaVaticano
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia