Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Papa: tráfico de drogas favorece a violência, semeia dor e morte

8tqm0en4fg8jaik42vzj2y5w2ojucvc7remmqdllaescq_ijecs_iedluu0ryjtkubhyihbfoencnz7tieojx493wx2v.jpg

Aleteia Vaticano - publicado em 24/07/13

“Não é deixando livre o uso das drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência”

O Papa Francisco fez uma forte advertência contra o tráfico de drogas, em uma visita a um hospital no Rio de Janeiro, no início da noite desta quinta-feira (24).

Segundo o Papa, o tráfico favorece a violência, semeia a dor e a morte. Ele falava a um grupo de dependentes químicos em recuperação no Hospital São Francisco de Assis.

“Abraçar. Precisamos todos de aprender a abraçar quem passa necessidade, como São Francisco. Há tantas situações no Brasil e no mundo que reclamam atenção, cuidado, amor, como a luta contra a dependência química.”

“Frequentemente, porém, nas nossas sociedades, o que prevalece é o egoísmo. São tantos os “mercadores de morte” que seguem a lógica do poder e do dinheiro a todo o custo”, afirmou Francisco.

Segundo o Papa, “a chaga do tráfico de drogas, que favorece a violência e que semeia a dor e a morte, exige da inteira sociedade um ato de coragem”.

“Não é deixando livre o uso das drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química”, advertiu.

“É necessário enfrentar os problemas que estão na raiz do uso das drogas, promovendo uma maior justiça, educando os jovens para os valores que constroem a vida comum, acompanhando quem está em dificuldade e dando esperança no futuro. Precisamos todos de olhar o outro com os olhos de amor de Cristo, aprender a abraçar quem passa necessidade, para expressar solidariedade, afeto e amor.”

“Mas abraçar não é suficiente. Estendamos a mão a quem vive em dificuldade, a quem caiu na escuridão da dependência, talvez sem saber como, e digamos-lhe: Você pode se levantar, pode subir; é exigente, mas é possível se você o quiser”, disse o Papa. 

Francisco encorajou quem luta para superar a dependência química: “você é o protagonista da subida; esta é a condição imprescindível! Você encontrará a mão estendida de quem quer lhe ajudar, mas ninguém pode fazer a subida no seu lugar”.

Tags:
DrogasJMJPapa FranciscoSaúdeTráfico
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia