Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

“Não é marketing; ele sempre foi assim”, dizem argentinos

rgqkegt_rb5hiewvmmvetmlyvmp55bjylzvczczh0dpetng70ue9vbjxq6mngvmfmmkylzkpmeiqvxo5ucacogrxgk8.jpg

JMJ Rio2013 - publicado em 27/07/13

Os jornalistas Alejando D’alessandro, padre Gustavo A. Sanchez, Enrique Cangas e Sergio Rubin contaram um pouco da sua experiência com Jorge Bergoglio

As atitudes que tão intensamente testemunham a fé católica do Papa Francisco não são novidades para quatro argentinos que estão na cobertura da Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013) e da primeira viagem apostólica do Santo Padre conterrâneo.

Suas impressões e partilhas foram apresentadas em uma entrevista coletiva na manhã deste sábado, 27, no Media Center, em Copacabana.

Os jornalistas Alejando D’alessandro, padre Gustavo A. Sanchez, Enrique Cangas e Sergio Rubin contaram um pouco da sua experiência com Jorge Bergoglio enquanto ainda arcebispo de Buenos Aires e fizeram um comparativo com esses primeiros meses de seu papado.

“Foi uma verdadeira transformação desde os seus primeiros anos como cardeal. Era comum vê-lo nos últimos lugares, no fundo das salas”, afirmou o fotógrafo Enrique Cangas. Segundo ele, Jorge Bergoglio foi se acostumando com a nova posição de liderança da Igreja argentina, mas fazia questão de ser simples, desde o discurso direto e acessível a todos até as tarefas cotidianas.

“O que ele está sendo agora não é marketing. Ele sempre foi assim. Ele é assim, simples, e segue sendo a mesma pessoa simples e sensível que vivia em Buenos Aires”, destacou Sergio Rubin, que escreveu um livro com diálogos do Papa Francisco. “É o Jorge Bergoglio de sempre!”.

(Com JMJ Rio2013)

Tags:
ComunicaçãoJMJPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia