Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Religião

Clericalismo, a pior tentação dos cristãos

Jaime Septién - publicado em 19/08/13

O Papa Francisco deu ao CELAM a trilha a se seguir pela Igreja na América Latina, um caminho que implica evitar algumas perigosas tentações

O encontro do Papa Francisco com a coordenação do CELAM (Conselho Episcopal Latino-americano) no Rio de Janeiro foi decisivo porque descreve claramente o caminho que a Igreja deve seguir na grande pátria da América Latina.

Isso é o que considera o historiador mexicano Jorge Traslosheros Hernández, que é professor e pesquisador da Universidade Nacional Autônoma de México e uma das vozes católicas mais escutadas nos meios de comunicação do país.

Segundo Hernández, nesse encontro no Rio de Janeiro o Papa confirmou a conferência de Aparecida (Brasil, 2007) como chave de leitura da missão da Igreja. “Ponderou sua experiência de comunhão, sua abertura ao diálogo e o ambiente de oração. Não houve ‘alguém’ que desse uma linha a se seguir. Conquistou-se a unidade porque se valorizou e incorporou a diversidade, para concentrar esforços em um ponto: que cada católico se converta em discípulo e missionário de Jesus, ali onde Deus o tenha colocado, sempre em comunhão com a Igreja”.

O historiador mexicano explica que o núcleo central da Conferência de Aparecida é a missão continental, que tem duas dimensões: “a programática, que consiste em realizar atos missionários, e a paradigmática, que implica em colocar em chave missionária a atividade habitual das igrejas. Assim, as mudanças serão produto da dinâmica missionária”.

Hernández considera que não há receitas prontas. Cada católico dentro de sua comunidade, cada igreja tem de discernir para encontrar os caminhos adequados. Isso implica necessariamente um diálogo com o mundo cujo significado, assinalou o Papa, explica-se no Concílio Vaticano II.

Jorge Hernández afirma que o discurso do Papa ao CELAM no Rio de Janeiro foi “muito duro”, sobretudo em relação às tentações em que a Igreja na América Latina não pode cair. 

“O Papa identificou três tentações que ameaçam desviar o caminho da Igreja. Ele convidou a conhecê-las para discernir com lucidez e astúcia evangélica e assim tomar as melhores decisões. Trata-se da ideologização do Evangelho, o funcionalismo e o clericalismo

Hernández explica essas três tentações. A ideologização do Evangelho pretende encontrar as chaves de interpretação do Evangelho fora dele  e da Igreja. Tem quatro variantes: o psicologismo, que diminui a fé a experiências agradáveis; o gnosticismo, que a intelectualiza para reduzi-la aos grandes debates, algo próprio de um tipo de ‘católicos iluministas’, que são críticos e sem comunhão real com a Igreja; os pelagianos, que desconfiados da graça de Deus, centram seus esforços em soluções disciplinares e enrijecidas; e o reducionismo socializante, que busca interpretar segundo as ciências sociais e nada mais.

Já a tentação funcionalista paralisa a ação da Igreja ao reduzi-la a uma ONG, ou coisa parecida como uma empresa. O que importa é o resultado, a eficácia, os números.

A tentação clericarizante reduz a experiência eclesial à operação do clero. Os leigos serão especialistas nisso, pois assim evitam compromissos. É curioso. Os ‘católicos iluministas’ são os maiores clericalistas que existem. Sempre tão críticos, tão especializados, atirando a culpa nos bispos sem tomar lugar na comunhão dos batizados.

Hernández considera que a pior tentação é a do clericalismo. Os leigos têm grande responsabilidade no problema. É fácil sobrecarregar os sacerdotes. O clericalismo é um tipo de medo.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
MundoPapa Francisco
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia