Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Egito: dezenas de igrejas incendiadas nos últimos dias

oxc_zmldfowxbjw6pcvsvvrncqugs9_e-usj6pskmgmxsl8aevwzas8z5dzk-xkqncajluay7fwudkmhhgyqs4nqtxttyw.png

Agência Fides - publicado em 20/08/13

58 igrejas destruídas; porém, “não é uma guerra entre cristãos e muçulmanos”, diz o porta-voz dos bispos católicos

58 igrejas e instituições cristãs foram atacadas e incendiadas no Egito nos últimos dias. É o que comunica à Agência Fides o pe. Rafic Greiche, porta-voz dos bispos católicos do Egito.

“De 58 igrejas atacadas, 14 são católicas, e as outras são de comunidades copta-ortodoxas, greco-ortodoxas, anglicanas e protestantes”, explica pe. Greiche.

“Os ataques a igrejas se verificaram em todo o país, mas se concentraram principalmente nas áreas de Al Minya e de Assiut, por ser aonde se encontra a sede geral dos jihaidistas, responsáveis por estas violências”, acrescenta pe. Greiche.


O sacerdote destaca que os muçulmanos que moram nas redondezas das igrejas atingidas ajudaram os religiosos e religiosas a apagar os incêndios nos edifícios de culto.

“Esta não é uma guerra civil entre cristãos e muçulmanos”, enfatiza pe. Greiche. 

“Não é uma guerra civil, mas uma guerra contra o terrorismo. E a maioria da população é contrária ao terrorismo e ao extremismo religioso” conclui pe. Greiche.

Tags:
IgrejaTerrorismoViagemViolência
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia