Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

500 anos da primeira diocese da América em terra firme

ubmzijhzndh0he1ug19kymkyao6258hego5bafdj1pkaxsxa4bgpc3mbbwizvisbwiklta8zj0pr95tfp9qyp7xmwzuu.jpg

Jaime Septién - publicado em 23/08/13

Panamá encerra em setembro o ano jubilar com numerosas celebrações

Em 1492, a América foi descoberta por Cristóvão Colombo. As primeiras dioceses foram formadas nas ilhas do Caribe. No entanto, em 1513, se formou a primeira diocese no continente. Hoje, a Igreja Católica no Panamá se prepara para comemorar o Jubileu dos 500 anos da Diocese de Santa Maria La Antigua, a primeira em terra firme da América.

O Jubileu encerrará em setembro. A arquidiocese do Panamá explica que "quer envolver todos os habitantes desta terra panamenha neste grande evento que mudou a história do nosso continente e nosso país".

O ano jubilar, coincidindo com o Ano da Fé, começou em novembro de 2012, com uma missa solene presidida pelo cardeal Marc Ouelett, prefeito da Congregação para os Bispos e presidente da Comissão Pontifícia para a América Latina.

Na recuperação da história da diocese de Santa Maria La Antigua, a arquidiocese panamenha explica que através do Jubileu "comemoramos os frutos da nossa caminhada como Igreja junto ao povo panamenho, confirmando a fé e forjando a identidade nacional em nosso Panamá, sob o manto protetor de Santa Maria, sob o título de "La Antigua”, padroeira deste país que liga a América Central e a América do Sul.

Na gênese deste importante evento está a história da imagem venerada pelos panamenhos. No século XV, a imagem da bem-aventurada Virgem Maria se encontrava em uma capela lateral da catedral de Sevilha, na Espanha.

Esta catedral foi reconstruída no século XIV, mas se conservou somente a parede onde estava a imagem, que foi chamada de Santa Maria de la Antigua del Darién. Em homenagem a este título, Enciso e Balboa fundaram em 1510 a cidade de Santa Maria de la Antigua del Darién, cumprindo uma promessa assim que ganharam a batalha, e dedicaram a Santa Maria La Antigua a casa do cacique Cémaco. Esta foi a primeira capela dedicada à Virgem Maria em terra firme.

A cidade de Santa Maria de la Antigua foi sede da primeira diocese no continente criada pelo Papa Leão X com a bula de 9 de setembro de 1513. Em 1524, o segundo bispo, frei Vicente Peraza, mudou a sede da diocese para a cidade recém-fundada do Panamá.

A cidade foi queimada em 1671 e reconstruída ao lado da cidade de Ancón em 1673. A padroeira da catedral e da diocese do Panamá é, desde 1513, Santa Maria La Antigua.

Um Tríduo para celebrar Maria 

A Comissão do Quinto Centenário, presidida pelo padre Rómulo Aguilar, realizará uma Tríduo dedicado a Santa Maria La Antigua, nas paróquias da diocese panamenha, de 6 a 8 de setembro, onde também se rezará o Santo Rosário em homenagem à Virgem.

Além disso, no sábado 7 de setembro, na paróquia de San Juan Bautista de Antón, na diocese de Penonomé, celebrará uma missa em que entregará à arquidiocese do Panamá a imagem peregrina de Santa Maria La Antigua.

Nesse mesmo dia, na parte da tarde, o arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, presidirá uma missa na paróquia de Santa Maria La Antigua.

No domingo 8, haverá uma procissão com a imagem da Virgem para visitar a faixa costeira da catedral, onde uma missa solene será celebrada em honra de Santa Maria La Antigua. A celebração culminará com fogos de artifício.

Em 9 de setembro de 1999, o arcebispo do Panamá, dom José Dimas Cedeño Delgado, proclamou oficialmente Santa Maria La Antigua como padroeira da arquidiocese do Panamá. Um missa com coroação da imagem será celebrada a 9 de setembro, na catedral do Panamá.

Tags:
MariaMundo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia