Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 20 Maio |
Bem-aventurado Luís Talamoni
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Ao perseguir cristãos, Irmandade Muçulmana apaga o futuro do Egito

zwzo-_kdeddagoi3j_h05aal_a4gkazeayn3stft7m49_qgkk-b3fltob5-tg7sw7djcq8ort0rciqci_loe7iej4kle.jpg

Lucandrea Massaro - Aleteia Vaticano - publicado em 26/08/13

A libertação de Mubarak, sem dúvida, criar muitos transtornos, afirma mons. Gianni Toni

A situação do Egito parece estar se estabilizando, mas ainda há incidentes de violência, e naturalmente cresce a atenção internacional sobre o país. Os militares conseguirão manter o poder depois de ter derrubado Mursi, um expoente da Irmandade Muçulmana? As tensões em pequenas comunidades cristãs vão continuar? A Aleteia falou com mons. Gianni Toni, pároco da igreja Santa Domitilla a Latina, que vive há décadas no país.

Mons. Toni, a combinação entre a prisão do líder da Irmandade Muçulmana e a libertação do ex-presidente Mubarak vai resultar em quê?

Toni: Certamente causará desordens, tendo em conta que "historicamente" Mubarak não facilitou o advento da Irmandade Muçulmana e dificultou sua presença no Congresso.

Qual é a condição dos cristãos no Egito? A Irmandade Muçulmana é uma ameaça para as minorias?

Toni: Para responder a esta pergunta, basta ler o comunicado emitido pelos dois líderes religiosos do país: o patriarca ortodoxo e do patriarca católico. E também a declaração de mons. Zakkaria, bispo de Luxor.

Mas eu gostaria de fazer uma pergunta: por que a Irmandade Muçulmana desencadeou a violência contra a única minoria que sempre esteve presente no Egito: os coptas? João Paulo II disse que "não se cortam as raízes das quais se cresceu". Se alguém faz isso, significa que tem medo do passado, da sua história, e, portanto, não é capaz de planejar o futuro, como parece ter acontecido com a Irmandade Muçulmana.

As palavras do Papa no Angelus, sobre a situação no Egito, foram apreciadas. Seria possível frente unitária, pacífica, que pudesse conduzir o poder garantindo todos os componentes da sociedade? 

Toni: Até alguns anos atrás se via um Egito mais coeso em suas duas almas espirituais: copta e muçulmana. As várias "primaveras árabes" certamente tiveram um impacto sobre outros países árabes perto do Egito.

O povo egípcio, com a sua pobreza, foi atraído pela ajuda médica e alimentar oferecida pela Irmandade Muçulmana, capaz de ofertar essas ajudas graças aos Estados Unidos.

A respeito de uma frente unitária, o melhor seria que a América e a Europa não fizessem sanções, mas estivessem mais próximas neste momento, tentando falar, tanto quanto possível, com o general Sisi, com a Arábia Saudita, com outras nações árabes. Sem isso será difícil ver essa frente unitária.

Tags:
MuçulmanosPerseguiçãoViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia