Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Outubro |
Santos Filipe e Hermes
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Arcebispo jordaniano: não a ataque contra a Síria

Vatican News - publicado em 29/08/13

Ninguém acredita nesse interesse dos EUA ou da Europa pelos direitos do homem e pela defesa dos mais vulneráveis

O Papa Francisco recebeu em audiência na manhã desta quinta-feira, no Vaticano, o rei da Jordânia Abdullah II Ibn al-Hussein e a rainha Rania. O importante encontro deu-se num momento particularmente delicado para todo o Oriente Médio. A esse propósito, a Rádio Vaticano entrevistou o Vigário Patriarcal para a Jordânia do Patriarcado Latino de Jerusalém, o Arcebispo Maroun Lahham. Eis o que disse:

Dom Maroun Lahham: "A Jordânia é um país que inspira paz, embora tenha medo do que está sendo preparado. Esperamos que não aconteça. Penso que a visita do rei ao Pontífice constitui uma ocasião, em primeiro lugar, para falar sobre a paz na Terra Santa e na Jordânia, mas especialmente na Síria, com todas as ameaças que estamos sentindo. Diante do que está acontecendo, a Jordânia, apesar de ser um pequeno país, desempenha um papel importante para a paz síria. Esperamos que estes "grandes" cheguem à paz, ao invés de fazer a guerra, e encontrem uma solução pacífica. E esperamos que a Jordânia possa desempenhar um papel positivo, unindo-se à posição da Santa Sé."

RV: Obviamente, há uma esperança de paz, ao tempo em que se fala de intervenção militar. Porém, existe também o temor de ulterior aumento da violência numa situação já tão dramática…

Dom Maroun Lahham: "Absolutamente, porque a violência sempre gera violência. E ninguém acredita nesse interesse dos EUA ou da Europa pelos direitos do homem e pela defesa dos mais vulneráveis. Ninguém acredita! Todos buscam seus interesses políticos e econômicos. E como ninguém acredita na boa vontade deles, não queremos que esta vontade de guerra seja aplicada na Síria. Esperamos que a voz da razão – e para nós, a voz da fé – prevaleça, e que a crise síria encontre uma solução política."

(Publicado na Rádio Vaticano, no dia 29 de agosto de 2013)

Tags:
GuerraMundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
morning
Philip Kosloski
Uma oração da manhã fácil de memorizar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia