Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Atualidade

Síria: Será esta carta uma mensagem de pêsames?

Irmãos Maristas - publicado em 29/08/13

Dramática mensagem escrita da cidade síria de Alepo pelo irmão Georges Sabe: os maristas lutam para ficar, na medida do possível

Para os que vivem na Síria e para todos os que seguem de perto as notícias, todos sabem muito bem que da Síria hoje só chegam notícias de morte: de crianças, de adultos, de jovens, de mulheres, de homens… Todo mundo é ameaçado, atacado, emboscado, assassinado, sequestrado, morto, massacrado…

Nada, nenhuma boa notícia, nenhuma notícia que traga uma luzinha de esperança, nem uma palavra… nada, a não ser a sombra da morte que ronda e ceifa corpos e almas…

Nossas cerimônias sociais são enterros…

Nossos lugares de encontro são as igrejas ou as mesquitas…

Nossas orações são pelos defuntos…

Nossas saudações: “Allah yrhamna” “Que Deus tenha piedade de nós”…

É preciso pintar um quadro tão sinistro, quadro de medo e de vergonha para que os outros tenham piedade de nós?

Até quando poderíamos resistir? Por que continuar no país? Que nos espera amanhã? Qual será nosso destino? E onde será nosso próximo destino? Como proteger nossas crianças? Aonde ir com nossas pessoas idosas ou enfermas? Aqueles que fugiram do inferno, estarão mais felizes que nós? Quem permitiu que sofrêssemos esse horror? Quem será o mandatário? Por que nós? Por que toda essa obstinação em transformar o homem e a mulher que somos em objeto de matança?

Onde buscar uma palavra de esperança? Palavras de consolação?

Que vestimenta escolher, senão a do luto?

Que lágrimas derramar, senão as do Adeus?

Adeus meu país, Adeus meu querido, Adeus meu amor, Adeus meu filho, Adeus minha filha, Adeus papai, Adeus mamãe…

Transformamo-nos numa palavra de Adeus?

Sábado 10 de agosto, o ódio e a violência atingiram em cheio os Maristas Azuis, arrancando a vida do Dr. Amine, um Marista, dos verdadeiros, comprometido, homem de serviço e de bondade. Dr. Amine voltava a Alepo, depois de uma breve visita aos seus filhos. Regressava por seus doentes, por aqueles que tinham necessidade dele. Por ele e por tantos outros, mortos cegamente e gratuitamente, nosso coração de Maristas sangra…

Cada vez mais, o povo inocente e empobrecido paga muito caro o preço de um bloqueio internacional e local. A cidade de Alepo continua a ser dividida… A única perspectiva dos habitantes é de saber se podem hoje abastecer-se de pão, de água, de gêneros perecíveis, de leite para as crianças… Devemos dizer que o amanhã não existe mais no nosso imaginário… Unicamente o hoje. Amanhã é algo tão longínquo e talvez tão diferente que já não existirá mais para muitos dentre nós.

Somos confrontados a outras grandes questões: o inverno e o reinício do ano escolar. Já estão bem próximos… Os que estão alojados nas escolas públicas serão obrigados a evacuar esses lugares? De mudar-se mais uma vez, partir?…

Os pais têm medo de enviar seus filhos ao colégio… Que segurança lhes será garantida? Se um morteiro vier a cair sobre uma das escolas… Se as ruas forem bloqueadas…

Diante desse quadro sombrio, os Maristas Azuis lutam para continuar, na medida do possível, como um oásis…

As pessoas vêm até nós para partilhar suas preocupações, pedir conselho, acalmar o corpo e o espírito, saber que ainda é possível contar com alguém… Alguns levam mais de duas horas para chegar.

As 40 crianças do projeto “Aprender a crescer” acabam de passar 3 semanas de férias. Isso permitiu às educadoras de respirar, de formar-se e de colocar-se em dia para enfrentar um novo ano escolar… No intuito de ajudar aos pais a organizar esse tempo de férias, fizemos a proposta de dois dias de formação.

Os jovens do projeto “Skill’s School” continuam… eles preparam uma festa para celebrar com seus pais o final das atividades de verão.

Para que o horizonte não seja completamente fechado e para que mantenham a confiança em dias melhores, lançamos um novo projeto…

Foi assim que começou “learn English”. Envolve a dezena de jovens adolescentes que estão alojados com os maristas…

Domingo passado, os Maristas Azuis participaram da alegria da celebração da primeira comunhão de doze crianças deslocadas do bairro de “Djabal el Saydeh”.

Apesar de que os gêneros alimentícios vão ficando cada vez mais raros (óleo, queijo, leite são quase inexistentes e se os encontramos são a preços exorbitantes), batalhamos para continuar garantindo as cestas alimentares semanais ou mensais para “Sallet el Djabal”, “Ouvido de Dieu” e aos refugiados.

Acrescentamos às cestas alimentares pão, que só é acessível às famílias após longa espera, às vezes durante um dia inteiro diante de uma padaria, em filas intermináveis, com o risco de ser feridos por tiros ou obuses.

O projeto “Feridos de guerra” continua a salvar vidas inocentes que sofrem as consequências dessa loucura.

Queremos terminar com o desejo que o Papa Francisco expressou durante o ângelus do domingo 25 de agosto de 2013: 

“Que cesse o ruído das armas na Síria!”

Ir. Georges Sabe

Pelos Maristas Azuis

(Publicado em Irmãos Maristas, no dia 28 de agosto)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
GuerraMundo
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Papa Francisco São José Menino Jesus
ACI Digital
Papa Francisco reza esta oração a São José há...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia