Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Religião

Desmentindo equívocos históricos: Lutero, Sagrada Escritura e Igreja

Jaime Septién - El Observador - publicado em 05/09/13

O erro do protestantismo é pensar que a Igreja se acha dona, e não servidora da Palavra de Deus, explica Dom De Gasperín nesta entrevista

O hoje bispo emérito de Querétaro (México), Dom Mario De Gasperín, viveu o Concílio Vaticano II como sacerdote recém-ordenado e como estudante de Bíblia na Universidade Gregoriana de Roma. Ao longo da sua vida sacerdotal e episcopal, foi um constante incentivador do estudo da Palavra de Deus, e uma das mentes mais brilhantes da Conferência Episcopal Mexicana.


Nos últimos anos, ele vem escrevendo uma série de mais de 30 reflexões sobre o Concílio Vaticano II e o Ano da Fé no El Observador, recordando aquele encontro da Igreja com a mudança de época, e sobre o Ano da Fé lançado por Bento XVI para recolher os frutos do Concílio – sendo um deles precisamente o encontro com as confissões protestantes.

Qual foi a reflexão do Concílio sobre a reforma protestante?


Entre as tarefas do Concílio Vaticano II, estava o diálogo com os irmãos protestantes, como parte integrante do movimento ecumênico. Lutero tinha tentado reformar a Igreja da sua época. Segundo ele, a Igreja se colocou atrás de três muralhas: a supremacia do poder eclesiástico sobre o secular; a superioridade do concílio sobre os fiéis; e a interpretação da Bíblia submetida à Igreja.


Nestes três campos, a Igreja hierárquica tinha a faca e o queijo na mão e ninguém podia alçar a voz, muito menos para reformá-la. Esta "tripla muralha" era a que ele pretendia derrubar; dedicou sua vida a isso e não poupou esforços nem meios para consegui-lo, recorrendo inclusive ao poder secular.

No centro de tudo está a interpretação da Bíblia, não é?


Daqui surge a acusação protestante à Igreja Católica, de querer submeter a Bíblia ao seu domínio e à sua vontade. Com isso, ela se declara – diziam os reformadores – superior à Sagrada Escritura e dona da Palavra de Deus, o que é inaceitável.

Lutero pretendia libertar a Bíblia desta escravidão. Por isso, propôs e declarou, como princípio interpretativo da Bíblia, o livre exame, ou seja, a interpretação individual da Escritura. Cada um deve lê-la e interpretá-la segundo a inspiração do Espírito Santo. O cristão deve se guiar somente pela Bíblia. A expressão latina sola Scriptura significa que "a Sagrada Escritura se interpreta por si mesma" e não está submetida ao magistério da Igreja.

Isso, evidentemente, não era o sentido da Igreja…


A Sagrada Escritura é o livro da Igreja e para a Igreja; portanto, deve ser lida em sintonia com a Igreja, sob a guia dos seus pastores. A estes, diz São Paulo, Deus confiou a tarefa de "conservar o depósito da fé" e transmiti-lo íntegro às novas gerações.


Dessa maneira, o magistério da Igreja não se proclama superior ou manipulador da Palavra de Deus, e sim seu servidor.

Então, a ideia do Concílio era colocar as coisas em ordem: primeiro a Palavra, depois o magistério?


O magistério eclesiástico serve a Palavra de Deus, interpretando-a de acordo com a tradição eclesial, recebida dos apóstolos e do próprio Jesus Cristo. É dessa forma, diz o Concílio, que o povo cristão inteiro, unido aos seus pastores, persevera sempre na doutrina apostólica, na união, na Eucaristia e na oração, como fazia a primeira comunidade cristã. É um serviço à unidade e à verdade, e evita o individualismo e a fragmentação.

Qual é a missão da Igreja, neste sentido?


A primeira atitude da Igreja, especialmente dos pastores, é a de escutar com atenção e respeito a santa Palavra de Deus.

E obedecê-la…


Com esta atitude humilde, o Concílio começa a falar sobre a Revelação Divina. Diz que o Concílio escuta com devoção a Palavra de Deus e a proclama com valentia, obedecendo as palavras de João: o que vimos e ouvimos, nós lhes anunciamos, para que também vocês vivam nesta nossa união com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo.

Dá a impressão de um Concílio que, mais que escutar a si mesmo, esteve atento ao que Deus lhe dizia…


A primeira coisa que o Concílio faz é escutar a Palavra de Deus. E o faz com devoção e obediência. Não tem medo de proclamar esta Palavra ao mundo inteiro, para que, quem a escutar e acreditar, tenha a vida eterna.

Lutero se equivocou?


A Igreja não é dona, mas fiel servidora da Palavra de Deus.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
BíbliaIgreja
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia