Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconEstilo de vida
line break icon

Crescer em todas as direções

Juan Ávila Estrada - publicado em 06/09/13

O mundo evoluiu graças aos que se atreveram a pensar e acreditar que era possível voar, nadar, e não se intimidaram diante do "Isso é impossível"

O homem é um ser integral, uma estranha e maravilhosa mistura de matéria, alma e espírito. Esta é uma premissa que nos leva a compreender nossa natureza, nossa origem e nossa meta.


Compartilhamos nossos instintos com os animais, mas diferimos enormemente deles em nossa racionalidade ou capacidade de pensar sobre os pensamentos, ou seja, poder refletir sobre o que pensamos para ter consciência de que somos mais do que impulsos fisiológicos.


Esta integralidade é a que nos permite compreender que o crescimento verdadeiramente humano se dá na medida em que buscarmos crescer e nos formar não apenas fisiologicamente, mas também no campo emocional, afetivo, intelectual e espiritual.


O homem que verdadeiramente cresce não é só aquele cuja estatura aumenta até chegar ao seu limite, mas aquele que amplia os horizontes de si mesmo por meio do estudo, da oração, da arte e do amor, entre outros aspectos.


Não se trata aqui de ser bons em um só aspecto da nossa vida, seja ele o esporte, a arte, a ciência ou a espiritualidade. É indispensável equilibrar todos estes campos, de tal maneira que quem entre em contato conosco descubra que não somos apenas bons esportistas ou pessoas de oração, mas seres humanos que levaram à plenitude todos os dons recebidos de Deus.


Eu costumo comparar a vida humana com os celulares High-End, que, com mais de 50 mil aplicativos, fazem coisas inimagináveis, mas que, em mãos inexperientes, só servirão para fazer ou atender ligações.


Da mesma maneira, podemos pensar que a vida não está feita somente para "nascer, crescer, reproduzir-se e morrer", porque isso equivaleria a desperdiçá-la de maneira miserável e deixar inutilizados todos os "aplicativos existenciais" que Deus criou para nós.


Uma pessoa de Deus sabe orar, estudar, divertir-se, amar, descansar, servir, crescer, produzir, desenvolver, criar, inventar, pensar, socializar. Mas, para isso, é necessário alimentar a vida de maneira contínua e ininterrupta.


Temo os que acreditam que inteligência é sinônimo de memória repetitiva de conceitos, os que acham que tudo já foi dito e, por isso, não se esforçam em pensar e produzir, mas costumam afirmar e repetir o que os outros disseram.


O mundo evoluiu graças àqueles que se atreveram a pensar, a acreditar que era possível voar como as aves ou nadar como os peixes, e não se deixaram intimidar pelos que só sabiam dizer: "Isso é impossível".


Temo os educadores que se contentam com estudantes que lembram perfeitamente do que os outros disseram, mas nem sequer sabem distinguir entre o pensamento alheio e o seu. Hoje, é preciso contar com pessoas que nos incentivem a pensar; que não avaliem apenas a memória, mas o desenvolvimento do pensamento humano e do crescimento afetivo.


Eu gosto de pensar em Jesus, quando o Evangelho diz que Ele "crescia em estatura, idade e graça aos olhos de Deus e do mundo". Ele não veio somente para repetir o que os mestres da lei judaica e os fariseus ensinavam, mas se arriscou a ensinar de uma maneira diferente, de tal maneira que incentivava cada pessoa que se encontrava com Ele a descobrir-se como uma enorme riqueza humana inexplorada.


Amadurecer, então, não é crescer até envelhecer. Amadurecer é fazer que todos os dons que Deus colocou em nossa vida cheguem a um ponto no qual todos os que os percebem possam desfrutar deles, da mesma forma que quem os possui.


Amo uma Igreja que ama o homem e confia nele da mesma forma que Deus confia; que o incentiva a ser melhor; que o ajuda a descobrir suas limitações, mas não se deter nelas. Amo essa Igreja que não se chama "católica", mas que é Católica, por ser universal, por dar tudo pelo ser humano, da mesma forma que Jesus fez. Amo esta Igreja que amamenta seus filhos como os sacramentos, mas os leva a sentir-se pessoas de verdade, que sabem caminhar com seus próprios pés, mas com a luz de Jesus.


Esta é a Igreja a que amo, aquela que não quer somente pessoas piedosas, mas íntegras, que sabem dar a Deus o que é de Deus e ao César o que é do César.


Amo esta Igreja que ama o ser humano do mesmo jeito que ama Cristo.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DeusIgrejaOração
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia