Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

A intervenção dos Estados Unidos na Síria seria uma guerra justa?

ARIS MESSINIS

Robert G. Kennedy - publicado em 11/09/13

A função prática dos princípios da guerra justa é conseguir que os que têm de tomar decisões se concentrem no verdadeiro objetivo: restaurar a paz

A decisão de entrar em guerra nunca é fácil. É preciso avaliar elementos morais, legais e práticos. Às vezes, não se conta com a informação necessária para tomar a decisão ou – o que é pior – se aceita como correto o que não o é.

Há duas tentações que podem confundir o caminho de tomada de decisão.

A primeira é acreditar que o recente uso de armas químicas por parte do governo sírio não deve ficar impune; e a segunda é considerar a situação como uma oportunidade de alcançar objetivos relacionados a ela, como a degradante capacidade do governo de continuar a guerra civil protegendo a reputação da América.

Há vários três elementos que devem ser avaliados ao analisar se deve haver uma intervenção militar na Síria, e todos estão cercados de grande confusão.

Uma função prática dos princípios da guerra justa é conseguir que os que têm de tomar a decisão não se distraiam com as tentações e se concentrem no verdadeiro objetivo, que é restaurar a paz justa.

O uso injusto da força nunca dá um bom resultado (em alguns casos, o uso justificado também acaba mal). Na situação síria, tal como se encontra, o uso da força armada por parte dos EUA viola os princípios essenciais da teoria da guerra justa e não é ético.

Em primeiro lugar, o uso da força armada por parte de uma nação deveria ser limitado. Não se pode atacar outra nação apenas por não gostar da maneira como ela usa sua força. A força armada poderia ser utilizada se houvesse ameaça iminente de vidas inocentes, mas o presidente e seus assessores militares reconheceram que não existe uma ameaça imediata. O uso da força poderia ser punitivo, mas os Estados Unidos não têm autoridade para impor um castigo.

Em segundo lugar, enquanto um ataque deliberado a uma população civil é um ato reprovável, não é verdade que o uso de armas químicas contra civis seja moralmente diferente do ataque com balas, bombas ou artilharia.

Em terceiro lugar, o uso da força armada, especialmente no começo das hostilidades, deveria ter a intenção de restaurar uma paz justa.

O debate público sobre a proposta americana de atacar a Síria carece de retidão de intenção ou não tem uma intenção clara. Não fica muito claro o que se pretende obter, e parece que se está dando pouca atenção às involuntárias, mas muito perigosas consequências de um ataque.

Certamente, o governo não defende a ideia de que um ataque, inclusive muito limitado, seja um passo construtivo rumo ao restabelecimento da paz na Síria.

Em resumo, o governo e o Congresso dos Estados Unidos fariam muito bem em respeitar os princípios da guerra justa ao considerar a ação contra a Síria, e não se deixar enganar pelas distrações e tentações práticas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
GuerraMundo
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia