Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 17 Abril |
Santa Catarina Tekakwitha
home iconReligião
line break icon

O que é o perdão?

abouna.org

Cleofas - publicado em 11/10/13

Quan­do chegarmos à maturidade espiritual de dar o perdão aos inimigos, então estaremos perto da perfeição cristã. E uma prova de fogo!

Um dos mais profundos ensinamentos que Jesus nos dei­xou no Sermão da Montanha (Mateus, capítulos 5,6 e 7), foi sobre a perfeição cristã, que se revela no perdão e na misericórdia.

Quando Jesus ensinou: “Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt 5,45), Ele revelou que a perfeição cristã deve levar-nos ao extremo do amor isto é, “amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem”(Mt 5,44). Em seguida, Jesus completa:

“Deste modo sereis os fi­lhos de vosso Pai do céu, pois ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos” (Mt 5,45).

E, como se não bastassem essas palavras para nos convencer da necessidade da misericórdia para com os “maus”, Jesus vai mais fundo ainda e pede mais:

“Se amais somente os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim os próprios publicanos? Se saudais apenas vossos irmãos que fazeis de extraordi­nário? Não fazem isto também os pagãos?” (Mt 5,47).

Essas palavras nos ensinam que não há mérito em amarmos os amigos e irmãos, e não haverá recompensa por isso; mas que o mérito, a perfeição cristã, a novidade de vida, está em amarmos e respeitarmos também os maus, os inimigos, aqueles que nos ofenderam.

É impressionante como Jesus exige de nós, radicalmente, a vivência do perdão:

“Tendes ouvido o que foi dito: ‘Olho por olho, dente por dente. ‘Eu, porém, vos digo: ‘Não resistais ao mau. Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra’ ” (Mt 5,38-39).

Jesus nos proíbe qualquer tipo de vingança, represália ou violência, como resposta às ofensas recebidas. A razão é simples: somos todos filhos do mesmo Pai; assim, Deus não suporta que um dos Seus filhos negue o per­dão a um dos irmãos.

Quan­do chegarmos à maturidade espiritual de dar o perdão aos inimigos, então estaremos perto da perfeição cristã. E uma prova de fogo!

E claro que não é fácil perdoar; se fosse, não teríamos mé­rito algum. Por nossas próprias forças não conseguiremos per­doar; necessitamos da graça e da ajuda de Deus. As vezes, pre­cisamos olhar fixo para Cristo sangrando na cruz e invocar o Seu preciosíssimo Sangue, a fim de termos força para perdoar.

Não nos esqueçamos de que foi na paixão e na cruz que o Se­nhor nos deu a maior prova de como perdoar aos inimigos: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lc 23,34a). Ninguém perdoou tanto como Jesus. Na cruz, Ele provou com atos o que ensinou no Sermão da Montanha com palavras.

A única exigência que Deus faz para perdoar todos os nossos pecados, quaisquer que sejam, é que, além de arrependidos dos mesmos, tenhamos perdoado aos que nos ofenderam. Disse Jesus:

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará. Mas, se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará ” (Mt 6,14).

Essas palavras são claras demais, dispensam qualquer explicação. E Jesus vai mais longe ainda e garante que Deus não aceita a oferta daquele filho que negar o perdão ao irmão:

“Se estás, portanto, para fazer a tua oferta diante do aliar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti’ deixa lá a tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; só então, vem fazer a tua oferta” (Mt 5,23-24).

Também no “Pai Nosso”, a oração que saiu do coração de Jesus, Ele exige: “Perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós per­doamos aos que nos ofenderam” (Mt 6,12)

Fico impressionado com o número de vezes que Jesus fala da necessidade do perdão. Quando Pedro lhe per­guntou:

“Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, quando ele pecar contra mim? Até sete vezes ? Respondeu Jesus: Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete’ ” (Mt 18,21b-22).

  • 1
  • 2
Tags:
MisericórdiaPerdãoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia