Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconReligião
line break icon

As chaves da reforma da cúria romana (1)

© HO / OSSERVATORE ROMANO / AFP

Salvador Aragonés - publicado em 06/11/13

G8, secretaria papal e um governo da Igreja menos centralizado

Quando se fala da cúria romana, que é o instrumento que serve para ajudar o Papa no governo da Igreja, alguns a veem como um organismo gigantesco, outros acham que está repleta de intrigas, e há quem diga que a cúria é um instrumento de poder dos eclesiásticos.

Ainda que o tema da reforma da cúria romana tenha chegado à opinião pública junto com a renúncia de um papa e após o escândalo do Vatileaks e as manobras no banco do Vaticano (IOR) – que, aliás, não faz parte da cúria –, os cardeais, durante o pré-conclave de março passado, consideraram tal reforma como necessária para uma melhor gestão da Igreja, menos centralizada.

Até hoje, na Igreja, só houve 4 constituições sobre a cúria: "Immensa Aeterni" (1588), "Sapienti Consilio" (1908), "Regimini Ecleasiae Universae" (1978) e "Pastor Bonus" (1988). Agora, o Papa Francisco promulgará uma nova constituição, para uma reforma "em profundidade, e não com simples retoques", como destacou o porta-voz da Santa Sé, Pe. Lombardi.

O anúncio do Papa Francisco criou uma grande expectativa; ele comentou que não gosta de uma cúria "vaticanocêntrica", e que esta deve estar ao serviço das igrejas particulares ou dioceses espalhadas pelo mundo. Com este objetivo, em 13 de março de 2013, um mês após sua eleição, ele criou uma comissão de 8 cardeais (chamada popularmente de "G8" ou "Conselho do Reino"), residentes nos 5 continentes, para aconselhá-los nos assuntos pertinentes, agindo assim como um órgão colegial que se dirige diretamente ao Papa, sem o trâmite da cúria.

Depois do verão europeu, a comissão G8 se tornou um órgão consultor "permanente" do Papa, e é o primeiro organismo que está fora e acima da cúria romana. Em si, isso já é uma grande reforma da cúria e algo muito importante frente a uma descentralização e deslocalização das formas de contato das igrejas particulares com o Papa. Isso foi possível também graças às novas tecnologias.

Estes cardeais são coordenados pelo hondurenho, Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, que também preside a Cáritas Internacional, dando destaque, assim, à Igreja da América Latina. Como secretário, figura o bispo italiano especialista em eclesiologia, Marcello Semeraro.

Na verdade, a constituição vigente, "Pastor Bonus", em seu preâmbulo, já estabelece que "o poder e a autoridade dos bispos têm o caráter de diaconia, segundo o modelo de Cristo mesmo, que ‘não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos’ (Mc 10, 45). É preciso, portanto, entender e exercer o poder na Igreja segundo as categorias do servir, de modo que a autoridade tenha a pastoralidade como caráter principal".

E acrescenta que isso se refere a "todos" os bispos, inclusive ao Bispo de Roma, ou seja, o Papa. Francisco, em seu discurso de início de pontificado, afirmou que "o poder do Papa é o serviço". Na verdade, todos os papas, como indica o Anuário Pontifício, carregam o título de "servus servorum Dei" (servo dos servos de Deus), ainda que nem todos os papas tenham entendido bem isso.

O Papa Francisco, que busca a eficácia nos fatos, acima das palavras, já traçou as chaves da reforma da cúria. O Papa argentino não ignora que toda burocracia tende a retroalimentar-se, endogamizar-se e perpetuar-se; e, a longo prazo, o organismo que deveria ser de serviço passa a ser um centro de poder centralizado.

A Secretaria de Estado será Secretaria Papal

As constituições apostólicas de Paulo VI e João Paulo II deram à Secretaria de Estado um papel central dentro da estrutura de governo da Igreja, e o secretário de Estado vinha a ser uma espécie de presidente do governo da

  • 1
  • 2
Tags:
IgrejaPapa FranciscoreformaVaticano
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
4
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
7
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia