Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 15 Abril |
São Damião Veuster
home iconAtualidade
line break icon

A Igreja é a verdadeira promotora da modernidade

© DR

Aleteia Vaticano - publicado em 07/11/13

Uma metafísica do ser e do conhecimento de Deus é requisito para que o projeto da modernidade não naufrague na dialética própria do iluminismo

"A vida é curta demais para beber vinho ruim", afirma, com um provérbio de Goethe, o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Gerhard Ludwig Müller, em uma intervenção publicada pelo L'Osservatore Romano. E acrescenta: "A visão cristã do mundo e do homem é um verdadeiro canto à vida e ao otimismo".

"Todos nós podemos constatar que a vida terrena é curta e, conforme o tempo passa, a brevitas vitae se torna um desafio existencial", continua Dom Müller, que, parafraseando o provérbio, afirma: "A vida é curta demais para ser desperdiçada com uma filosofia ruim".

Para Dom Müller, não é novidade a afirmação dos ateus, segundo a qual "Deus não existe", mas ele se pergunta: "Por que mais e mais pessoas se tornam ateias? O ateísmo é realmente a postura mais lógica, como afirmam os ateus?".

Fazendo uma alusão a Piergiogio Odifreddi, à proposta de Dawkins e ao posicionamento de Michael Blume, diz: "É preciso levar em consideração que a justificativa dada pelo ateísmo moderno sobre o processo de descristianização vivido pela civilização europeia e norte-americana desde o século XVII, e sua proposta de um estilo de vida hedonista, marcado pelo lucro e pelo benefício, tem bases só aparentemente científicas".

Para o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, "o chamado 'neoateísmo' não oferece, de fato, nenhum fundamento novo, que não possa ser encontrado claramente na fórmula de David Hume e em todos os que foram qualificados e se qualificam como empiristas e materialistas".

Levada ao extremo, esta teoria "defende que quem acredita na existência de um Deus pessoal não deveria ter o direito de existir, nem no mundo do pensamento (por ter contraído o 'vírus divino', e então deveria ficar em quarentena), nem sequer no físico (por ser um parasita social)".

O prelado lamenta o caráter intolerante e inumano do neoateísmo, e mostra como o ateísmo científico "teve sempre de impor-se como cosmovisão do mundo e, por suas características específicas, como programa político totalitário e inumano".

Segundo Dom Müller, "para garantir tanto o projeto da liberdade do indivíduo diante da coletividade, como a consciência pessoal diante da lei puramente positiva, e a dignidade inalienável de todo ser humano diante da instrumentalização dos interesses de grupo, é indispensável uma metafísica da realidade e uma antropologia da transcendência do homem, que o relacionem com a fonte da criação".

Por isso, "uma metafísica do ser e do conhecimento de Deus é condição de possibilidade para que o projeto da modernidade não naufrague na dialética própria do iluminismo".

Depois de explicar como a graça de Deus se torna novamente acessível sob a forma de graça de Jesus Cristo, afirma que "Jesus é o cumprimento, a redenção e o fundamento que recria a natureza espiritual e sua autotranscendência, mediada pela criação para alcançar a proximidade imediata de Deus."

Ele finaliza sua intervenção mostrando que "os que negam o caráter metafísico da teologia natural – e, portanto, a possibilidade do conhecimento de Deus por meio da Revelação – tendem a cair nas diversas formas de pessimismo cínico ou niilista", enquanto "a Igreja se nutre daquela plenitude que, por graça de Jesus Cristo, todos nós recebemos".

"Se somente Cristo é 'a videira verdadeira' que oferece o 'vinho bom', necessário para a vida eterna, podemos concluir que só a Igreja é a verdadeira promotora da 'modernidade', dado que somente a abertura a Deus, futuro do homem, torna autenticamente possível para todos a esperança que ela proclama", conclui o prefeito da Doutrina da Fé.

Tags:
AteismoDeusIgrejaMundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
4
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
5
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
6
agnus Dei
Catholic Link
Filme “Agnus Dei”: o dilacerante calvário das freiras...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia