Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconAtualidade
line break icon

"Adeus a todos": o suicídio de Gaby e o vazio da era digital

© Dora Zett/SHUTTERSTOCK

Jaime Septién - publicado em 12/11/13

A morte de uma adolescente e seu anúncio nas redes sociais impacta o México

O México ficou chocado pelo suicídio de uma jovem chamada Gabriela H. G., anunciado por meio da sua conta no Facebook. "Adeus a todos. Não tenho nada, já não tenho nada. Júlio, eu te amo. Nunca se esqueça disso. Parto com um sorriso, pela felicidade que você me deu enquanto durou. À minha família, peço perdão. Amo vocês. Gaby" foi a mensagem da jovem, que deixou uma fotografia sua com uma tira de tecido azul amarrada ao pescoço.


A jovem acabou se enforcando, não sem antes receber cerca de 20 mil "curtidas" em seu post de despedida, antes de que o Facebook detectasse e desativasse a conta. Mas ninguém fez o menor esforço por preencher o evidente vazio de Gabriela.


Gaby é parte de uma tendência crescente de suicídio juvenil anunciado por meio das redes sociais, que atinge muitos países. Talvez seja uma representação macabra do vazio que o mundo virtual pode produzir no usuários. Talvez sejam vítimas da solidão moderna: aquela solidão coletiva que se anunciava no começo da era das comunicações sociais, com o surgimento da televisão na vida cotidiana das pessoas.


Só no México, há quase 6 mil suicídios por ano, além de 10 mil tentativas de suicídio em crianças e adolescentes, que recorrem a armas de fogo, objetos cortantes, veneno de rato, enforcamento ou saltos de lugares altos para acabar com a vida.


Os elevados índices de suicídio no mundo passaram das pessoas mais velhas aos jovens. O suicídio juvenil é a terceira causa de morte entre as pessoas de 15 a 44 anos, segundo dados da OMS. Também é preocupante o aumento de tentativas anunciadas entre jovens, e muitas vezes propiciadas pelas redes sociais.


Casos como o de Gaby são mais frequentes do que se imagina, na opinião pública mexicana, que costuma qualificar o México como "um país da felicidade". Rosário L., de 20 anos de idade, disse ao seu namorado "Não se preocupe; o que vou fazer não é culpa sua" justamente antes de enforcar-se, pendurada no varão de um guarda-roupa. E a lista de causas é imensa: desunião, incapacidade de dar sentido à ruptura, violência familiar etc.


Dom Pablo Galimberti Di Vietri, bispo de Salto (Uruguai), publicou em setembro, na revista "Cambio", uma reflexão sobre os jovens e o suicídio. O bispo uruguaio se perguntava: "Por que há tão pouca capacidade de suportar uma frustração amorosa? (…) Isso pode ser consequência de uma cultura e mentalidade narcisistas, que levam a pensar que somos o centro de toda realidade – o que não favorece em nada a assimilação das adversidades".


O prelado acrescentou algo determinante no caso do suicídio juvenil: "Este narcisismo fracassado nos recorda o falso sonho de uma civilização feliz, conseguida mediante a tecnologia e a abundância de bens. O crescimento tecnológico não pode ocultar a pobreza da vida interior, a perda de sentido de gratuidade ou de assombro, que é tão importante, segundo os antigos, como disparador de uma experiência espiritual".

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JuventudeRedes sociaisSociedadeSuicídiotecnologiaViagem
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia