Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa: não negociar a fidelidade

Pope Francis simple and sincere – pt

©ALESSIA GIULIANI/CPP

Vatican News - publicado em 18/11/13

“Não é a bela globalização da unidade de todas as nações em que estão unidas e cada uma tem as suas tradições, mas é a globalização da uniformidade hegemônica”

O Papa Francisco pediu nesta segunda-feira que os fiéis não negociem a sua fidelidade a Deus, cedendo ao espírito da mundanidade.

Em sua homilia na missa de hoje na Casa Santa Marta, o Papa partiu da Leitura do Livro dos Macabeus em que os chefes do povo não queriam que Israel fosse isolada das outras nações e, assim, abandonaram as suas próprias tradições para negociar com o rei.

“Esta é uma contradição: não negociamos os valores mas negociamos a fidelidade. E este é mesmo o fruto do demônio, do príncipe deste mundo, que nos faz avançar com o espírito da mundanidade. E depois acontecem as consequências. Tomaram os hábitos dos pagãos e mais à frente o rei prescreveu que em todo o seu reino fossem todos um só povo e cada um abandonasse as suas tradições.”

“Não é a bela globalização da unidade de todas as nações em que estão unidas e cada uma tem as suas tradições, mas é a globalização da uniformidade hegemônica, é precisamente o pensamento único. E este pensamento único é fruto da mundanidade.”

Segundo Francisco, foi assim que o povo adequou-se às ordens do rei, aceitou o seu culto e profanou o sábado.

“Esta gente negociou a fidelidade ao seu Senhor; esta gente movida pelo espírito do mundo, negociou a própria identidade, negociou a pertença a um povo que Deus ama tanto, que Deus quer como seu povo.”

“Mas aquilo que nos consola é que perante este caminho que faz o espírito do mundo, o príncipe deste mundo, o caminho de infidelidade… sempre está o Senhor que não pode renegar a si mesmo, o Fiel: Ele sempre nos espera, Ele nos ama tanto, e Ele nos perdoa quando nós, arrependidos por qualquer passo, por qualquer pequeno passo neste espírito de mundanidade, nós vamos ter com Ele, o Deus fiel perante o Seu povo que não é fiel.”

No final de sua homilia o Papa rezou para que a bondade do Senhor, com a sua fidelidade, nos salve do espírito mundano.

(Com informações da Rádio Vaticano)

Tags:
CasamentoHomiliasPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia