Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

A última moda na Disney: tornar os malvados simpáticos

Disney

Kim Scharfenberger - publicado em 21/11/13

Reflexões sobre o filme "Maléfica", a superprodução e grande aposta da Disney para 2014

A Disney divulgou recentemente o trailer do filme "Maléfica", com Angelina Jolie no papel de vilã e Elle Fanning na pele da pobre princesa Aurora. A estreia está prevista para maio de 2014. Mas há uma mudança interessante que "Maléfica" está fazendo com relação ao conto da "Bela Adormecida", e que é evidente já no título: desta vez, a história tem como centro a vilã, enquanto a heroína se torna um personagem em segundo plano.


A sinopse promete a história jamais contada da vilã mais representativa da Disney. Maléfica é descrita como "uma esplêndida jovem mulher de coração puro que leva uma vida idílica, até que um exército invasor ameaça a harmonia da região. Maléfica se distingue por ser a mais orgulhosa protetora da região, mas no final sofre uma cruel traição, que começa a transformar seu coração puro em pedra".


Esta traição é supostamente o que a leva a lançar uma maldição sobre Aurora, a filha recém-nascida do sucessor do rei invasor. Desde a sinopse, Maléfica é pintada como uma heroína trágica, que estava apenas defendendo seu reino antes da chegada de uma série de desgraças. Inclusive sua maldição sobre a pequena princesa Aurora é somente uma forma de proteger sua terra. Se ela estava agindo para defender os seus, como poderia ser má?


Várias entrevistas a Angelina Jolie parecem prometer que o público terá uma perspectiva totalmente diferente de Maléfica: "Espero que, no final vocês possam ver uma mulher capaz de ser muitas coisas; o simples fato de defender-se e ser agressiva não significa que ela não possua outras qualidades".


Interpelada sobre a hipótese de que Maléfica tenha capacidade de redenção, Jolie respondeu que "parece verdadeiramente absurdo dizer que as meninas podem encontrar algo bom nela. Mas Maléfica é realmente uma grande pessoa". Este é um retrato interessante de uma das bruxas mais malvadas e famosas da história cinematográfica. E não é o primeiro filme da Disney que adota este ponto de vista com relação aos "maus".


Em suas últimas produções, a Disney tem seguido esta tendência de "modernizar" a história do vilão, muitas vezes com uma luz agradável projetada sobre o passado do personagem em questão. Por meio de novos relatos, o público acaba inevitavelmente se solidarizando com os vilões e sentindo simpatia por eles, chegando talvez a pensar que suas decisões maldosas são inevitáveis nas infelizes circunstâncias em que se encontram.


Uma destas revisões foi apresentada em "Oz: mágico e poderoso", em que a Bruxa Má do Oeste é apresentada como vítima de uma cruel manipulação – o que justificaria seus atos. Também em "Detona Ralph", toda a base é a luta do malvado de um videogame para chegar ao heroísmo. Poderíamos pensar que esta é uma grande oportunidade de mostrar um personagem que vence suas próprias inclinações e cresce até se tornar um verdadeiro herói.


Ralph consegue demonstrar seu valor de herói mediante seus atos altruístas com relação aos outros personagens, mas esta não é a mensagem final. O mantra de Ralph, inclusive no final do filme, é "Eu sou mau, e isso é bom; eu nunca serei bom, e isso não é mau". No final, Ralph continua detonando as coisas, mas agora Félix e os demais personagens do jogo o aceitam pelo que ele é. No verdade, Ralph não é realmente mau, pois tem um bom coração, mas é interessante que a mensagem repetida por ele seja a de que nunca será bom "e isso não é mau".


Não há nada de errado em tentar compreender o funcionamento interno da mente de alguém ruim. Sobretudo nas histórias populares amplamente conhecidas, uma revisão com diferente e inesperada perspectiva pode ser agradável, porque oferece informação nova. Mas, no final, produções como "Maléfica" e "Oz: mágico e poderoso" glorificam os vilões tradicionalmente aceitos e tentam justificar seus atos reprováveis escavando um passado incompreendido. No caso de "Detona Ralph", chegam inclusive a dizer que "não é mau ser mau".


Os filmes e contos do passado, como "A bela adormecida" e "O mágico de Oz" expressavam interpretações concretas das categorias certo/errado, refletidas em personagens absolutamente bons ou absolutamente maus.


Não haveria um meio termo para a Bruxa Má do Oeste que cuspia fogo, ou para Maléfica, que mudava de forma em suas histórias originais; mas a sociedade moderna criou muitas variações de cinza para interpretar as ações das pessoas, e estas histórias apresentadas do ponto de vista do vilão, parecem ser o resultado deste mentalidade.


Poderia parecer inócuo, mas, se gastamos tanto tempo obcecados com a origem ou as motivações dos maus, poderíamos começar a nos perguntar onde foram parar os verdadeiros heróis.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Entretenimento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia