Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconAtualidade
line break icon

Vencer a ideologia para acabar com o ódio

© DR

Félix J. Palazzi - Reporte Católico Laico - publicado em 25/11/13

O padrão do ódio sempre se repete partindo de grupos minoritários que se apegam ao poder

A força do ódio e suas consequências desencadeiam a maior parte dos conflitos da sociedade atual. Basta dar uma olhada em nosso panorama nacional e internacional ou prestar atenção nos discursos do nosso contexto sociopolítico para constatar que o ódio se instalou em nossa maneira de viver.


O ódio não é a melhor maneira de responder. Situar o ódio em seu contexto e denunciar sua dinâmica ajuda a desfazer seus mecanismos.


Quando o ódio se instala no coração de uma sociedade ou de um grupo, então é sinal de que a ideologia alcançou sua maior vitória. Toda ideologia pode perder ou ganhar uma eleição, pode ser geradora de um amplo bem-estar ou de deterioração econômica, mas, sem o ódio como principal ferramenta, ela está destinada ao fracasso.


Grande parte deste ódio surge em um contexto social e histórico complexo, e tem como agentes fundamentais os grupos que pretendem manter-se no poder ou os que o almejam. É muito raro que surja como sentimento espontâneo em um coletivo.


Em geral, o ódio é um produto que beneficia os interesses de uma minoria. O padrão do ódio se repete sempre partindo de grupos minoritários que se apegam ao poder e usam qualquer meio para propagá-lo entre seus seguidores. Por exemplo, o nacional-socialismo alemão era conduzido por um grupo minoritário que, usando discursos, propaganda oficial e ideologia, justificou a violência e a guerra, por meio do ódio, a todos os seus adversários. O próprio Che Guevara dizia que “um povo sem ódio não pode triunfar sobre seus inimigos”.


Frequentemente, o ódio tende a usar a imagem de “um mundo justo e melhor”; assim, parte de juízos de valor que permitam justificar a exclusão e inclusive a perseguição. A falsa informação, a insegurança e a ambiguidade servem para confundir as fronteiras entre a verdade e a realidade, entre o bem e o mal.


Dessa forma, um grupo concebe o outro como errado, como inimigo. Evidentemente, neste contexto, é impossível entender que o outro tem suas causas justificadas e que deve ser reconhecido em seus justos direitos.


Outro instrumento que serve para propagar o ódio é despertar o desejo de vingança. Isso pode acontecer quando um grupo proclama reivindicar os direitos dos excluídos e marginalizados e, assim, justifica a perseguição a outros, que se tornam vítimas do ódio.


Sob estas duas dinâmicas que geram o ódio esconde-se a realidade da avareza e da cobiça, que buscam gerar benefícios rentáveis, presentes ou futuros, para esses grupos minoritários.


Quando o ódio desata a violência, suas consequências são imprevisíveis. Nenhum grupo pode prever o destino que a violência vai gerar. O ódio e a violência se alimentam mutuamente. Por isso, é urgente acabar com o mecanismo do ódio.


(Artigo publicado originalmente pelo Reporte Católico Laico)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
IdeologiaPecadoSociedade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia