Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco: pedir a bênção de Deus para o ano que inicia

Francisco visto por Fariña – pt

Mercedes Fariña

Vatican - publicado em 31/12/13

A Maria “confiamos o nosso itinerário de fé, os desejos do nosso coração, as nossas necessidades, as carências do mundo inteiro”, rezou Francisco

O Papa Francisco afirmou na homilia da Missa de Ano Novo que um cristão não deve acreditar que o futuro será melhor simplesmente por ser o futuro. Cada cristão deve suplicar a bênção de Deus no ano que inicia.

“O Senhor te abençoe e te proteja. O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face e te seja favorável. O Senhor dirija para ti o seu olhar e te conceda a paz” (Nm 6, 24-26): essas foram as palavras da Primeira Leitura que o Papa comentou.

Segundo Francisco, “são palavras que dão força, coragem e esperança; não uma esperança ilusória, assente em frágeis promessas humanas, nem uma esperança ingénua que imagina melhor o futuro, simplesmente porque é futuro”.

“Esta esperança tem a sua razão de ser precisamente na bênção de Deus; uma bênção que contém os votos maiores, os votos da Igreja para cada um de nós, repletos da protecção amorosa do Senhor, da sua ajuda providente.”

Francisco explicou que os votos contidos nesta bênção “realizaram-se plenamente numa mulher, Maria, enquanto destinada a tornar-Se a Mãe de Deus, e realizaram-se n’Ela antes de qualquer outra criatura”.

“Mãe de Deus! Este é o título principal e essencial de Nossa Senhora. Trata-se de uma qualidade, de uma função que a fé do povo cristão, na sua terna e genuína devoção à Mãe celeste, desde sempre Lhe reconheceu.”

“O nosso caminho de fé está indissoluvelmente ligado a Maria, desde o momento em que Jesus, quando estava para morrer na cruz, no-La deu como Mãe, dizendo: «Eis a tua mãe!» (Jo 19, 27).”

O Papa afirmou que estas palavras “têm o valor de um testamento, e dão ao mundo uma Mãe. Desde então, a Mãe de Deus tornou-Se também nossa Mãe!”

“A Mãe do Redentor caminha diante de nós e sempre nos confirma na fé, na vocação e na missão. Com o seu exemplo de humildade e disponibilidade à vontade de Deus, ajuda-nos a traduzir a nossa fé num anúncio, jubiloso e sem fronteiras, do Evangelho. Deste modo, a nossa missão será fecunda, porque está modelada pela maternidade de Maria.”

“A Ela confiamos o nosso itinerário de fé, os desejos do nosso coração, as nossas necessidades, as carências do mundo inteiro, especialmente a sua fome e sede de justiça e de paz; e invocamo-La todos juntos: Santa Mãe de Deus!”, afirmou o Papa.

Tags:
HomiliasMariaPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia