Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa: acolher e seguir fielmente a luz de Deus

gc9egtku-d7cndeyrezd5t2oebbpphmvebs1nslgqe645fvc3qpwfmoohj9vpcdr62zznwjkvq_l6v0oyxtv1zwnpat7vq.jpg

Vatican News - publicado em 06/01/14

“A figura dos Magos nos ensina a não nos contentarmos com uma vida medíocre. É preciso se deixar fascinar por aquilo que é bom, belo e verdadeiro”

O Papa Francisco presidiu hoje, Solenidade da Epifania, a Santa Missa na Basílica de São Pedro, afirmando que os Magos “seguiram fielmente aquela luz que os penetrou interiormente, e encontraram o Senhor”.

“Neste percurso dos Magos do Oriente está simbolizado o destino de cada homem: nossa vida é um caminhar, iluminados pelas luzes que clareiam a estrada, para encontrar a plenitude da verdade e do amor, que nós cristãos reconhecemos em Jesus, Luz do mundo.”

Segundo Francisco, toda pessoa tem à disposição dois grandes “livros” onde estão os sinais para se orientar na peregrinação: o livro da criação e o livro das Sagradas Escrituras. “O importante é estar atentos, vigiar, escutar Deus que nos fala”.

Um aspecto da luz que nos guia no caminho da fé é também a santa “astúcia”. Trata-se daquela esperteza espiritual que nos permite reconhecer os perigos e evitá-los. Os Magos souberam usar esta luz da “astúcia” quando, no caminho de volta, decidiram não passar pelo palácio tenebroso de Herdes. Mas andar por outro caminho.

“Estes sábios vindos do Oriente nos ensinam como não cair nas insídias das trevas e como nos defendermos da escuridão que procura envolver nossa vida. Eles com esta Santa astúcia preservaram a fé, preservaram da escuridão.”

“É preciso acolher em nosso coração a luz de Deus e, ao mesmo tempo, cultivar aquela esperteza espiritual que sabe aliar simplicidade e astúcia, como pede Jesus aos discípulos: ‘Sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas’”.

O Papa Francisco afirmou que, na festa da Epifania, a figura dos Magos nos ensina a não nos contentarmos com uma vida medíocre. É preciso se deixar fascinar por aquilo que é bom, belo e verdadeiro.

Eles também nos ensinam a não nos deixarmos enganar pelas aparências, daquilo que para o mundo é grande, sábio, poderoso.

Pois em Belém, lá onde, “na simplicidade de uma casa de periferia, entre uma mãe e um pai cheios de amor e de fé, resplandece o Sol vindo do alto, o Rei do universo”.

(Com informações da Rádio Vaticano)

Tags:
HomiliasPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia