Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 01 Agosto |
Santo Afonso Maria Ligório
home iconAtualidade
line break icon

O que o santo sudário revela sobre a morte e ressurreição de Jesus?

© DR

Aleteia Vaticano - publicado em 15/01/14

As respostas de uma exposição itinerante sobre o santo sudário

É difícil compreender à primeira vista a imagem do sudário, mas a exposição itinerante “O santo sudário” oferece uma montagem realizada a partir de fotografia negativa e original, que permite entender suas principais características.

O chamado “negativo oculto” permite observar as marcas de tortura e flagelação em diversas partes do corpo envolvido pelo sudário: o rosto e os braços repletos de sangue, o peito açoitado, a ferida do lado, o ferimento no pulso, abundantes feridas causadas por objetos pontiagudos, várias marcas e lesões nas costas e pernas, e os pés ensanguentados e atravessados.

A exposição inclui também uma reprodução do corpo do homem do sudário com detalhes científicos forenses, bem como uma réplica do sudário que supostamente cobriu o rosto de Jesus após ter sido tirado da cruz, feita pelo Centro Espanhol de Sindonologia.

Mais de dez mil pessoas já visitaram a exposição em diversas cidades espanholas; ela chegará ao arcebispado de Zaragoza em 1º de fevereiro.

A mostra analisa o sudário de Oviedo e o sudário de Turim, reunindo todo o material oferecido por centenas de especialistas que estudaram o material.

Segundo explica o site da exposição, após a morte de Jesus, o sudário e o lençol que envolveram sua cabeça e seu corpo, citados pela Bíblia, ficaram sob custódia cristã.

Na metade do século IX, uma arca de carvalho chegou a Oviedo. Esta dizia conter o sudário que cobriu o rosto de Cristo.

A síndone, mais conhecida como santo sudário de Turim, apareceu em Lirey-França em 1353, nas mãos de um cavaleiro descendente dos cruzados franceses, chamado Geoffroy de Charny, que jamais revelou sua procedência nem como a havia conseguido.

O santo sudário continha a suposta imagem do corpo de Jesus de Nazaré, como havia ficado após a sua morte.

Em 1578, chegou a Turim, onde permanece até hoje. Em 1898, um fotógrafo chamado Secondo Pía tirou a primeira fotografia do santo sudário. A foto revelou a negatividade da imagem impressa no sudário e permitiu um exame detalhado do tecido e dessa imagem, a de um homem igual a JesusCristo.

Desde esse momento, o santo sudário se tornaria o objeto mais estudado pela ciência.

Em 1978, uma equipe formada por 33 cientistas diversos (físicos, químicos, hematologistas, forenses), sob a sigla S.T.U.R.P. (Shroud of Turin Research Project) realizaram o maior estudo científico do santo sudário feito até hoje.

Durante 120 horas, 5 dias ininterruptos e mais de 150 mil horas de estudo, fizeram centenas de testes, sem ser capazes de revelar quem produziu a imagem nem como ela se formou.

Só puderam determinar que não era uma falsificação. A formação da imagem era incompatível com qualquer técnica conhecida.

Em 1988, uma parte do tecido foi submetida por três laboratórios à prova de datação do carbono 14, atribuindo ao linho do sudário de Turim uma quantidade de carbono correspondente a um tecido de entre 1260 e 1390 d.C.

Segundo estes testes, o sudário de Turim era uma falsificação, uma fraude. A notícia se espalhou rapidamente pelo mundo, e a opinião pública deu por concluído o caso do santo sudário, ficando para sempre marcada a datação do carbono 14.

No entanto, em 1989, a prestigiada revista científica Nature publicou os dados oficiais e mostrou anomalias nas provas. Anos mais tarde, diversos cientistas demonstrara que o teste pode ter falhado devido a uma contaminação bacteriana.

Hoje, o santo sudário continua sendo um mistério sem explicação nem resposta.

Tags:
JesusSudário
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia