Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco: peçamos a graça de morrer na Igreja

Vatican money freeze tied to second Msgr. Scarano case – pt

CC William Pearce

Vatican News - publicado em 06/02/14

Em sua homilia de hoje, o Papa sublinhou a necessidade de pedir a graça de morrer na Igreja, na esperança e deixando a herança de uma vida cristã

Na missa desta quinta-feira na Capela da Casa de Santa Marta, o Papa Francisco, na sua homilia, comentou a primeira leitura do dia que nos relata a morte de David depois de uma vida ao serviço do seu povo. Foi uma reflexão do Santo Padre sobre o mistério da morte, da qual podemos extrair três ideias: permanecer até ao fim com o Povo de Deus no seio da Igreja; morrer conscientes da esperança; e deixar um testemunho cristão como herança.

“Pecador sim, traidor não! É esta é uma graça: permanecer até ao fim no Povo de Deus. Ter a graça de morrer no seio da Igreja. E este é o primeiro ponto que eu gostaria de sublinhar. Também para nós pedir a graça de morrer em casa. Morrer em casa, na Igreja. E esta é uma graça! Isto não se compra! É um presente de Deus e devemos pedi-lo: ‘Senhor, dá-me a prenda de morrer em casa, na Igreja!’. Pecadores sim, todos somos! Mas traidores não! E a Igreja é tão mãe que nos quer assim, tantas vezes sujos, mas a Igreja limpa-nos: é mãe!”

“Santa Teresinha do Menino Jesus dizia que, nos seus últimos tempos, na sua alma havia uma luta e quando ela pensava no futuro, àquilo que a esperava depois da morte, no céu, ouvia como que uma voz que dizia: 'Mas não sejas tonta, espera-te a escuridão. Espera-te apenas a escuridão no nada!’ É a voz do diabo, do demônio, que não queria que ela confiasse em Deus! E pedir esta graça. Mas confiar em Deus começa agora, nas pequenas coisas da vida, mesmo nos grandes problemas: confiar sempre no Senhor e assim ficamos com este hábito de confiar sempre no Senhor e cresce a esperança. Morrer em casa, morrer na esperança.”

A terceira ideia da reflexão do Papa Francisco é sobre a herança que deixa David. Recordando que tantos são os problemas e escândalos que existem em muitas famílias sobre as heranças, o Santo Padre afirmou que a melhor herança que podemos deixar aos outros é o testemunho cristão:

“Esta é a herança: o nosso testemunho de cristãos deixado aos outros. E alguns de nós deixam uma grande herança: pensemos nos santos que viveram o Evangelho com tanta força, que nos deixam um caminho de vida e modo de viver como herança."

"Eis as três coisas que me vêm ao coração na leitura desta passagem sobre a morte de David: pedir a graça de morrer em Igreja; morrer na esperança, com esperança; e pedir a graça de deixar uma bela herança, uma herança humana, uma herança feita com o testemunho da nossa vida cristã. Que São David nos conceda a todos nós estas três graças!” 

(Com Rádio Vaticano)

Tags:
HomiliasIgrejaPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia