Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Estudo mede a eficácia dos padres no Twitter

Cobalt123
Compartilhar

Conheça os padres que mais interagem com seus seguidores

Um estudo feito pelo economista argentino Gustavo Seitum analisa a interação de cada padre/religioso com seus seguidores, medindo os retweets, os favoritos e o aumento de seguidores durante o período do estudo.
 
Dom Munilla se destacou como o mais eficaz, seguido pelo cardeal Sean e a conta em português do Papa Francisco. As conclusões do estudo, que apresenta os 54 tuiteiros mais importantes no âmbito global, foi divulgado no blog Vaticano 2.0.
 
O autor do estudo escreveu ao Papa, contando o que o motivou: “Este trabalho é produto do meu desejo de colaborar com Sua Santidade e com a Igreja na difusão e compreensão desta extraordinária ferramenta que é o Twitter, que, a meu ver, parece feito sob medida para a Igreja, já que é uma conexão direta e atemporal dos padres com seus fiéis”.
 
O estudo analisa 54 contas do Twitter, todas elas com mais de 4 mil seguidores e menos de 8,3 milhões. Mas o número de seguidores não foi o principal ponto do estudo. Gustavo, @gusei no Twitter, avaliou sobretudo a interação de cada sacerdote/religioso com os seus seguidores, medindo os retweets, os favoritos e o aumento de seguidores durante o período do estudo.
 
Nesta rede social, “sem dúvida é ótimo ter muitos seguidores, mas é muito mais importante saber se as mensagens cumprem sua missão ou ficam só lá, esparramadas como as folhas das árvores no outono”, explica Gustavo.
 
Os 10 primeiros lugares são:
 
1) Bispo Munilla: 12.318 seguidores; 5,1 retweets; 2,4 favoritos y 1,2 incremento de seguidores.
 
2) Cardeal Sean: 26.739 seguidores; 0,4 retweets; 0,4 favoritos y 5,8 incremento de seguidores.
 
3) Pontifex em português: 181.256 seguidores; 0,4 retweets; 0,5 favoritos y 5,2 incremento de seguidores.
 
4) Arcebispo Gómez (de Los Angeles): 11.099 seguidores; 2,5 retweets; 1,6 favoritos y 1,8 incremento de seguidores.
 
5) Pontifex: 3.602.408 seguidores; 1,7 retweets; 1,8 favoritos y 1,7 incremento de seguidores.
 
6) Pontifex em francês: 236.304 seguidores; 1,7 retweets; 0,8 favoritos y 2,2 incremento de seguidores.
 
7) Justin Welby (arcebispo de Canterbury, único anglicano): 51.608 seguidores; 1,0 retweets; 0,8 favoritos y 2,8 incremento de seguidores.
 
8) Pontifex en espanhol: 4.646.981 seguidores; 1,5 retweets; 0,8 favoritos y 1,9 incremento de seguidores.
 
9) Pontifex em árabe: 108.901 seguidores; 1,2 retweets; 0,9 favoritos y 1,9 incremento de seguidores.
 
10) Cardeal Ruben: 15.256 seguidores; 1,2 retweets; 0,7 favoritos y 2,1 incremento de seguidores.
 
A lista completa pode ser vista clicando aqui.

(Artigo publicado originalmente por Alfa e Omega)

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.