Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Estilo de vida

O que não me custa não tem valor?

Juanan Barros Moreno

Carlos Padilla Esteban - publicado em 18/02/14

Vestir Deus com a nossa forma de pensar nos impede de abrir-nos à graça de um Pai que é amor e que se alegra com a entrega simples dos seus filhos

Uma pessoa me disse: "O que não me custa não vale nada". E eu fiquei pensando nisso. Será mesmo que o que não exige esforço não tem valor algum? Aos olhos de Deus, não vale nada fazer algo que nos agrada?


É verdade que, às vezes, acabamos acreditando nisso e nos convencemos de que somente o que nos custa é meritório. Assim, desprezamos aquilo de que gostamos, o que nos agrada, o que não nos exige nada, porque achamos que isso não tem valor.


Talvez façamos isso porque aplicamos nossa própria experiência. Pensamos que o maior amor é aquele capaz de sacrificar-se e renunciar. Achamos mais meritória uma vida cheia de esforços, sofrida, sacrificada, ao invés de uma vida aparentemente mais fácil.


É verdade que o amor que se sacrifica é grande, muito grande. Mas não cabe a nós comparar amores e julgar santidades.


Estamos sendo generosos quando renunciamos e nos sacrificamos por amor, quando damos a vida, gota a gota, a esse Deus que nos ama e por essas pessoas às quais amamos. Mas isso só tem valor quando o fazemos obedecendo a Deus, seguindo seus passos. Este sacrifício, sim, vale a pena.


Mas também há momentos de paz e luz, nos quais amamos e somos amados, nos quais vivemos a vida com alegria e desfrutando de cada momento, cada conversa, cada risada. Sim, há momentos de luz que são muito valiosos aos olhos de Deus.


O que agrada a Deus é o que fazemos por amor (custando-nos ou não). Ele se comove diante da entrega diária com alegria – ainda que pensemos que necessariamente quem mais se esforça e sacrifica é quem mais ama. Se, ao escolher entre dois bens, optamos pelo que mais nos custa, isso terá valor se o fazemos porque consideramos que é o mais agrada Deus.


O Deus de Jesus, esse Deus do qual Ele nos fala nas bem-aventuranças, esse Deus a quem seguimos e amamos, é um Deus que se alegra com a nossa vida e quer sempre o nosso bem. É o Deus que nos ensina a viver e aproveitar a vida, que alegra a nossa vida inclusive na dor.


Ao referir-se à melhor atitude diante da vida, uma pessoa disse: "Não chore pelo que você perdeu, mas lute pelo que lhe resta. Não chore pelo que morreu, mas lute pelo que nasceu em você. Não chore por quem partiu, mas lute por quem está ao seu lado. Não chore por quem o odeia, mas lute por quem o ama. Não chore pelo seu passado, mas lute pelo seu presente. Não chore pelo seu sofrimento, mas lute pela sua felicidade. Com as coisas que vão nos acontecendo, vamos aprendendo que nada é impossível de solucionar-se. Apenas siga adiante".


Mas temos a tentação de vestir Deus com a nossa forma de pensar. Nós o algemamos do nosso jeito e, assim, não nos abrimos à graça de um Deus que é amor e que se alegra com a entrega simples dos seus filhos.


Deixamos de acreditar em um Deus que quer nosso bem, nossa felicidade e plenitude, e não que nos afoguemos nas dificuldades da vida. Ele não quer que vejamos nossa vida como um muro intransponível, como uma batalha na qual nunca venceremos.


Afinal, o caminho da vida, ainda que às vezes não pareça, é mais simples do que pensamos: consiste em lutar pelo que temos, pelo que está vivo, pelas pessoas com as quais caminhamos, pelo presente e pelo futuro, pela graça da felicidade. Lutar sempre, seguindo sua vontade, obedecendo sua voz.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorDeusVida
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia