Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Atualidade

Fim da trégua na Ucrânia: muitos feridos e mais de 30 mortos

© Associated Press

Clarissa Oliveira - publicado em 20/02/14

Após a trégua da última quarta-feira, a Ucrânia retoma os conflitos, que aumentam a violência e número de mortes

Mais de 30 mortes e muitos feridos na cidade de Kiev (Ucrânia), devido aos conflitos desta semana, que tiveram trégua na última quarta-feira (19), a pedido do presidente Viktor Ianukovich, que buscava “parar com o banho de sangue e solucionar a situação”.

Durante a trégua dos conflitos, o Papa Francisco fez um apelo à Ucrânia, na catequese desta semana: “Com o ânimo preocupado, acompanho o que está acontecendo nesses dias em Kiev. Garanto a minha proximidade ao povo ucraniano e rezo pelas vítimas da violência, por seus familiares e pelos feridos. Convido todas as partes a cessar toda ação violenta e a buscar a concórdia e a paz do país”.

A praça principal de Kiev retoma o visual de um campo de batalha, onde a multidão de manifestantes antigovernamentais aprisionou 50 policiais.

Segundo a agência Interfax, o palácio do governo foi evacuado. Deputados e demais funcionários do parlamento abandonaram o edifício por questões de segurança.

Hoje, chegam a Kiev os ministros da França, Alemanha e Polônia para uma reunião com o presidente ucraniano e alguns chefes da oposição. Enquanto isso, o exército se prepara para uma “operação antiterrorismo”.

Os principais eventos que levaram aos conflitos foram:

21 de novembro – Os manifestantes foram às ruas após o governo anunciar que abandonaria o acordo que fortalecia os laços com a União Europeia e facilitava a cooperação com Moscou.   

30 de novembro – A polícia atacou brutalmente um grupo de manifestantes, detendo 35 deles.

1º de dezembro – Um dos protestos atraiu cerca de 300 mil pessoas e foi o maior desde a “Revolução Laranja” de 2004. Ativistas tomaram a Kiev City Hall.

17 de dezembro – O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que Moscou compraria 15 bilhões de dólares em bônus do governo ucraniano e diminuiria o preço da aquisição de gás natural russo.

22 de janeiro – Dois protestantes morreram após serem atingidos por munição verdadeira.

28 de janeiro – O primeiro-ministro se demitiu e o parlamento revogou as novas leis antiprotestos – concessões à oposição que visavam a resolver a crise.

16 de fevereiro – Ativistas da oposição encerraram sua ocupação na Kiev City Hall em troca de 234 manifestantes presos, o que foi considerado um progresso para resolver as crises de forma pacífica.

18 de fevereiro – Conflitos de rua deixaram pelo menos 26 pessoas mortas, incluindo 10 policiais. A violência começou quando os manifestantes atacaram policiais e atearam fogo do lado de fora do parlamento, após terem “empurrado” uma reforma constitucional que limitava o poder presidencial.

19 de fevereiro – Horas após o anúncio da trégua, houve confrontos violentos entre manifestantes e policiais, com inúmeras vítimas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ConflitosMundoPapa FranciscoViolência
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia