Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Cresce número de refugiados no Brasil

Hungry children in refugee camp, distribution of humanitarian food – pt

© Zurijeta/SHUTTERSTOCK

Christiane Sales - publicado em 13/03/14

Segundo Cáritas brasileira, a maioria dos refugiados vem da Colombia, Congo e Angola

O número de imigrantes que buscam refúgio no Brasil aumentou em mais de 2.500 pessoas entre 2012 e 2013. Dados recentes do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) revela que o Brasil abriga mais de 5.196 refugiados reconhecidos procedentes de 80 países. As nações com maior número de refugiados no país são Colômbia (1.117), Angola (1.062) e República Democrática do Congo (617).

De acordo com a coordenadora do Programa de Atendimento a Refugiados da Cáritas do Rio de Janeiro, Aline Thuller, o grande número de africanos que buscam refúgio no país pode ser explicado pela miscigenação da população brasileira, o que leva essas pessoas a acreditar que não sofrerão preconceito. “As respostas mais frequentes dos refugiados sobre o motivo de terem escolhido o Brasil têm a ver com o fato de este ser um país democrático e com a paz que se pode desfrutar aqui. Os refugiados veem no Brasil a possibilidade de recomeçar e de viver em paz e em segurança”.

Segundo o Conare, o número de solicitação de refúgio foi 566 em 2010, 1.138 em 2011, 2.008 em 2012 e 4.724 em 2013. A maioria é de jovens entre 18 e 30 anos. O número de solicitantes de países com crise humanitária como Síria, Mali, República Democrática do Congo e Costa do Marfim, Senegal, Guine-Bissau e Bangladesh também aumentou em 2013. Das 4.724 solicitações de refúgio feitas ao CONARE neste ano, 1.691 foram de bengalis e 839 de senegaleses.

Caritas trabalha com refugiados no Brasil

A Cáritas é a instituição que representa a sociedade civil junto ao Conare no Rio de Janeiro. Um dos trabalhos desenvolvidos pela instituição é a acolhida aos refugiados e providencia das necessidades imediatas daqueles que buscam o Brasil. Além disso, a Cáritas trabalha na proteção legal do refugiado e na integração, encaminhando para entrevistas de trabalho e cursos profissionalizantes.

Além do Rio de Janeiro, a Cáritas desenvolve o mesmo trabalho na maioria dos estados do país. Para atender os refugiados, a instituição conta com a ajuda de colaboradores e benfeitores.

“Independentemente de campanhas temáticas, a Cáritas-RJ recebe doações durante todo o ano todo de roupas, sapatos, livros e outros objetos, que são imediatamente repassadas aos refugiados. As doações podem ser entregues na sede da Cáritas-RJ, no endereço: Rua São Francisco Xavier, 483, Maracanã- Rio de Janeiro”, explica Aline. 

Tags:
BrasilMigrantesRefugiadosSociedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia