Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Como você fala dos padres?

Young priest – pt

© Africa Studio/SHUTTERSTOCK

Aleteia Vaticano - publicado em 16/03/14

Confira uma interessante avaliação que analisa como vai a nossa estima e respeito pelos sacerdotes

Como você fala do seu pároco ou dos padres a quem conhece?

Leia as respostas abaixo e veja se você se encaixa em alguma(s) delas. Esta é uma interessante avaliação para analisar como vai a nossa estima e respeito pelos sacerdotes.

– Se está sozinho na igreja, é porque se fecha em seu intimismo.
– Se sai, está sempre dando voltas e nunca se consegue encontrá-lo.
– Se vai abençoar uma casa ou família, nunca está na igreja.
– Se não vai, não faz nada para conhecer seus paroquianos.
– Se aceita participar de um evento social, é um homem mundano.
– Se não aceita, vive isolado.
– Se para na rua para conversar, é um fofoqueiro.
– Se não para, é distante demais.
– Se conversa com as velhinhas, perde tempo.
– Se conversa com as jovens, é porque se interessa por mulheres.
– Se está com meninos e joga com eles, pode ser pedófilo.
– Se não está com eles, está esquecendo seu principal dever.
– Se acolhe certas pessoas em casa, é imprudente.
– Se não as acolhe, não se comporta como um cristão de verdade.
– Se fala verdades que doem, está fazendo política.
– Se fica calado, é omisso.
– Se prega um minuto a mais, é interminável.
– Se fala menos, não tem autoridade ou não está preparado.
– Se dedica tempo aos doentes, está se esquecendo dos saudáveis.
– Se aceita convites para almoçar ou jantar, é um comilão.
– Se os rejeita, não sabe viver em sociedade.
– Se organiza encontros e reuniões, está sempre incomodando.
– Se faz silêncio e escuta, é porque se deixa dominar pelos que mandam.
– Se tenta atualizar algumas coisas, está desprezando o que é preciso conservar.
– Se segue as tradições, não está entendendo a época atual.
– Se concorda com o bispo, é porque se deixa instrumentalizar e não tem personalidade.
– Se não compartilha tudo o que o bispo propõe, está sendo infiel à Igreja.
– Se pede a colaboração dos fiéis, é porque não quer fazer nada.
– Se age sozinho, não está dando espaço para os outros.
– Se dá atenção aos imigrantes, é imprudente.
– Se não se interessa, é um egoísta.
– Se organiza excursões e peregrinações, só pensa em ganhar dinheiro.
– Se não as organiza, é indolente e não tem iniciativa.
– Se faz um boletim paroquial, está desperdiçando tempo e dinheiro.
– Se não o faz, não informa os fiéis sobre as atividades da paróquia.
– Se está em casa, nunca é visto na paróquia.
– Se começa a Missa pontualmente, seu relógio está sempre adiantado.
– Se começa um minuto depois, faz o que quer e não respeita os outros.
– Se recorda a todos o dever de ser solidários, está sempre pedindo dinheiro.
– Se usa hábito sacerdotal, está defasado.
– Se se veste como civil, esconde sua identidade.

Se… Se… Se…

Senhor, dizei-me: então como deve ser um padre?
Resposta do Senhor:
 “Um enamorado de Deus.”

E não deveria esquecer que o discípulo não é maior que seu mestre.
Nem o enviado maior que Aquele que o envia.
Se me perseguiram, também vos perseguirão.
Se observaram minha Palavra, também observarão a vossa (cf. Jo 15).
“Eu estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (cf. Mt 28)

(Artigo original publicado por Qumran)

Tags:
Padres
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia