Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 29 Novembro |
São Saturnino de Cartago 
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O Conclave de Bergoglio

VINCENZO PINTO

IHU - publicado em 16/03/14

Foi justamente nesse momento que a sua candidatura ganhou força, e muitos começaram a considerá-lo o seu candidato. Apesar do fato de que tinha 76 anos e não ser segredo que no Conclave que elegeu Ratzinger foi o segundo na votação. No dia 12 de março, no período da tarde, Bergoglio obteve surpreendentemente um número elevado de votos e ficou em terceiro lugar entre os candidatos mais conhecidos e favoritos. Uma situação que se repetiu, novamente, durante a primeira votação do dia 13 de março pela manhã.

A mudança veio com o escrutínio da segunda votação da manhã (a terceira do Conclave), quando Bergoglio deu um inesperado salto e superou os 50 votos, deixando para trás os demais candidatos. O almoço desse dia foi decisivo, assim como também foi o almoço do segundo Conclave de 1978, quando os últimos indecisos tomaram partido por Wojtyla, e como aconteceu durante o Conclave de 2005. No caso de Bergoglio, precisavam ser desmentidas duas lendas metropolitanas: a primeira era a de sua possível renúncia durante o Conclave de 2005. Renúncia inexistente, pois o arcebispo de Buenos Aires, em 2005, nunca chegou a ter um número tão significativo de votos. A segunda lenda era sobre a sua saúde e o fato de que possuía apenas um pulmão. O atual Papa sofreu uma operação pela qual lhe tiraram um pedacinho do pulmão, mas foi em inícios dos anos 1950 e continuou vivendo sem nenhum problema, inclusive com os ritmos de trabalho aos quais está acostumado.

Desse modo, na primeira votação da tarde do dia 13 de março (a quarta do Conclave), Bergoglio obteve ainda mais votos. Só lhe faltava alguns para chegar ao número de 77, a quantidade de dois terços que a Igreja considera indispensáveis (o Papa deve ser eleito como expressão de uma ampla maioria e não de uma parte). A segunda votação da tarde (a quinta do Conclave) não chegou ao escrutínio, porque um dos cardeais cometeu um erro (não se deu conta de que usou uma cédula junto com uma segunda que ficou em branco). A sexta votação foi a última, a da eleição. Superado o “quórum”, Bergoglio recebeu o abraço do cardeal que estava sentado ao seu lado, Claudio Hummes, e de suas palavras (“não se esqueça dos pobres”) recebeu a inspiração para escolher o nome de Francisco. Como primeiro gesto, o novo Papa se dirigiu até onde estava Scola e o abraçou. Uma hora depois da “fumaça branca”, apareceu pela primeira vez na sacada para a Praça São Pedro e começou um Pontificado cheio de novidades.

(IHU On Line)

  • 1
  • 2
Tags:
CardeaisConclavePapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia