Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEstilo de vida
line break icon

O bullying e o banco da amizade

© TinyGirlBigDream

Oleada Joven - publicado em 17/03/14

Conheça a história de Acácia, uma menina que sofria bullying por sua deformidade nas mãos, mas que enfrentou o problema com coragem e criatividade

Acácia Woodley mora na Flórida (EUA). Ela nasceu sem a mão direita e com a esquerda deformada.

Sua aparência foi objeto de zombarias e rejeição por parte de alguns colegas durante muito tempo. Mas, graças à educação recebida pela sua mãe – quem decidiu focar-se não na deficiência, mas nas capacidades da filha –, a Acácia não se importa com ser diferente; muito pelo contrário: ela gosta de ser diferente.

Ao invés de irritar-se ou deprimir-se, ela pediu à diretora da sua escola que lhe permitisse falar em público a todos os alunos, para demonstrar-lhes que não era especial nem esquisita, que simplesmente era uma menina a mais.

Em sua escola atual, ela foi mais longe ainda, criando um lugar para “procurar” amizade e motivação: o que ela chamou de “banco da amizade”.

Fabricado em casa, o banco foi pintado com cores vivas e nele estão escritas palavras como “respeito”, “coragem”, “honestidade”, “sorriso”, “sonho” (sua favorita).

O banco fez muito sucesso na escola. Meninos e meninas que estão sozinhos no pátio vão até o banco para buscar companhia, conversar, rir etc. Também se sentam nele para tentar resolver problemas, encontrar apoio, segurança e até um abraço.

Todos querem usar o banco – inclusive a diretora, que leva alunos para colocar um ponto final nas disputas entre eles.

Além disso, assim como registram os maus comportamentos (como o bullying) dos alunos em seu histórico escolar, a Acácia propôs que os professores anotassem também os gestos de amabilidade e amizade.

Hoje, sua ideia do banco da amizade está se estendendo a diversas escolas, e sua mãe fundou a associação de ajuda “Tiny Girl, Big Dream”, que fabrica esses bancos com material reciclado e os distribui pelos colégios da Flórida.

Tags:
AmizadePecado
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
7
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia