Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Com tanta mulher bonita no mundo, você vai mesmo virar padre?

seminarista en el mar – pt

© Semilla Luz

SIC - publicado em 18/03/14

Conheça a história de um bispo espanhol que fala da sua época de seminarista: a sociedade realmente precisa dos sacerdotes

Quase todos os dias, no final da tarde, um grupo de homens se reunia no bar da minha cidade para jogar baralho e comentar os acontecimentos do povo. Eu, durante as férias do seminário, depois de trabalhar no caminhão do meu pai descarregando sacos – de 50, 80, 100 quilos – passava um tempo com eles.

Eu tinha cerca de 23 anos. Alguns deles costumavam me cumprimentar dizendo: “Não sei por que cargas d’água você está na fábrica de padres. Você não percebeu que as grandes cidades já os fabricam?”. Outros diziam: “Cara, você é cego? Não está vendo esse monte de mulher bonita que o espera? Para que serve ser padre?”.

Eu sempre lhes respondia com bom humor, como, por exemplo: “Quando você precisam de um padre, bem que vão procurá-lo, não é? E quando vocês morrerem, quem celebrará o funeral? Além disso, quando vocês ficam sem pároco, sempre reclamam”. E arrematava: “Vocês ficam falando demais das mulheres, mas quase nunca os vejo com suas esposas”.

A conversa costumava acabar assim: “Você é um cara legal. Faça o que você quiser; nós sabemos que você o fará bem”.

A pergunta “Para que serve um padre?” me acompanhou a vida inteira e, após décadas, eu me atrevo a dar algumas respostas:

– Porque, graças ao sacerdote, Jesus Cristo comunica seus dons às pessoas, dons preciosos para a vida.

– Porque, graças à sua missão, assim como o Bom Pastor, o padre continua reunindo discípulos (a paróquia), dialogando, orando, amando, acompanhando, perdoando, consolando, abençoando, semeando a boa semente do Evangelho, escutando aqueles a quem ninguém escuta, mostrando que todos os católicos fazem parte de uma grande família: tanto a Igreja diocesana, presidida pelo bispo, como a Igreja universal.

– Porque onde há um bom padre, a paróquia se mantém viva, é evangelizadora, acolhedora com todos: crianças, jovens, adultos, idosos. O sacerdote se preocupa com os mais pobres e está junto deles, assiste os doentes para fortalece-los em seu sofrimento com a presença do Senhor, humaniza o povo, contribuindo com a sua vida cultural, de lazer etc.

– Além disso, o sacerdote, na paróquia, ajuda a manter com grande esforço o patrimônio cultural recebido em herança e que é um dos bens dos povos e cidades. Certamente, quando alguém busca respostas para as grandes questões da vida e quer olhar para além do material, a quem recorrerá?

Atualmente, alguns padres precisam ser párocos de 4, 10, 12 paróquias; em muitos lugares, a média de idade dos sacerdotes ultrapassa os 70 anos. Como bispo, quando me pedem que destine um padre a algum lugar, muitas vezes preciso dizer que não tenho nenhum disponível.

Rezemos pelos sacerdotes, colaboremos na formação dos nossos seminaristas, mas, acima de tudo, peçamos que alguns jovens descubram que a Igreja, as paróquias e a sociedade precisam deles.

(Artigo publicado originalmente por SIC)

Tags:
PadresSociedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia