Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 23 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Ela foi estuprada, abandonou o bebê e 27 anos depois se reencontraram

burger king – en – pt

DR

Alvaro Real - publicado em 28/03/14

A jovem Katheryn Deprill procurou sua mãe biológica, perdoou-a completamente e lhe agradeceu por não ter abortado

Katheryn Deprill, uma jovem de 27 anos, postou no Facebook: “Procuro minha mãe biológica. Ela me abandonou no banheiro de um Burger King poucas horas após o meu nascimento, em Allenton (Pensilvânia). Por favor, ajudem-me a encontrá-la, compartilhando este post”.

Quinze dias depois, quando sua história também já havia sido publicada em diversas mídias, a jovem americana encontrou sua mãe biológica, quem lhe contou que Katheryn havia sido fruto de um estupro. Elas se tornaram amigas e Katheryn agradeceu à sua mãe por não ter abortado.

A notícia deu a volta ao mundo. Nos EUA, Katheryn ficou conhecida como “Bebê Burger King”. Sua foto foi compartilhada mais de 30 mil vezes e ela finalmente conseguiu encontrar sua mãe biológica.

“Foi mais especial do que eu poderia ter imaginado. Ela é doce e amável, estou muito contente”, disse Katheryn após o encontro com sua mãe, quem jamais pensou em abortar, mas não se sentia em condições de criar um filho naquela época.

Segundo contou à filha, como não foi possível dá-la em adoção, ela a levou, recém-nascida, ao local de fast food, envolveu-a em uma camiseta marrom e a deixou no banheiro feminino, onde deu um beijo na sua testa e foi embora.

Esta história comoveu a opinião pública, sobretudo pelo testemunho de perdão de Katheryn, que afirmou: “Eu a perdoei definitivamente, 110%”. E acrescentou: “Agora sim vamos começar a ter uma relação”.

Tags:
AbortoPerdão
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia