Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 26 Julho |
Santo Austindo
home iconReligião
line break icon

Papa presidiu o Rito pela Reconciliação

© FILIPPO MONTEFORTE/AFP

<span>Pope Francis prays in Saint Peter square at the Vatican on September 7, 2013. Pope Francis has called for a global day of fasting and prayer on Saturday for peace in Syria and against any armed intervention. AFP PHOTO / Filippo MONTEFORTE</span>

Vatican - publicado em 28/03/14

"Converter-se não é questão de um momento, é compromisso que dura a vida toda" Papa Francisco

Nesta sexta-feira, 28, Papa Francisco presidiu o Rito pela Reconciliação de mais penitentes com a confissão e absorção individual.

A Celebração da Penitência aconteceu na Basílica de São Pedro e foi aberta ao público. Alguns fiéis alí presentes puderam se confessar com o Santo Padre. O rito seguiu com cantos penitenciais, Celebração da Palavra, homilia e confissão geral dos pecados.

Homilia do Santo Padre:

No período da Quaresma a Igreja, em nome de Deus, renova o apelo à conversão. É a chamada a mudança de vida. Converter-se não é questão de um momento, ou de um período do ano, é compromisso que dura a vida toda. Quem entre nós pode dizer que não tem pecados? Ninguém. Escreve o apóstolo João: “Se dizemos que não temos pecado, enganamo-nos e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo, tanto a nos perdoar como a nos purificar de toda iniquidade” (1Jo 1,8-9). É o que acontece também nesta celebração e em toda esta jornada penitencial. A Palavra de Deus que escutamos nos introduz em dois elementos essenciais da vida cristã.

O primeiro: Revestir-nos do homem novo. O homem novo “criado segundo Deus” (Ef 4,24), nasce no Batismo, onde se recebe a vida própria de Deus, que nos rende filhos e nos incorpora a Cristo e a Sua Igreja. Esta vida nova permite olhar a realidade com olhar diversificado, sem mais ser distraído das coisas que não contam e não possam durar muito. Por isso somos chamados a abandonar os comportamentos de pecado e fixar o olhar no essencial. “O homem vale mais por aquilo que é que por aquilo tem” (Gaudium et spes, 35). Eis a diferença entre a vida deformada pelo pecado e aquela iluminada da graça. Do coração do homem renovado segundo Deus, provém os comportamentos bons: falar sempre com verdade e evitar cada mentira; não roubar, mas compartilhar aquilo que possui com os outros, especialmente com aqueles que precisam; não ceder à ira, ao rancor e a vingança, mas ser manso, magnânimo e prontos ao perdão; não cair na calúnia que destrói a boa fama das pessoas, mas olhar o lado positivo de cada um.

O segundo elemento: Permanecer no amor. O amor de Jesus Cristo dura para sempre, nunca existirá fim porque é a vida mesma de Deus. Este amor vence o pecado e doa a força de realizar-se e recomeçar, porque com o perdão o coração se renova e rejuvenesce. O nosso Pai não se cansa nunca de amar e os seus olhos não pesam no olhar para estrada de casa, para ver se o filho que se foi e se perdeu retornará. E este Pai não se cansa nem mesmo de amar o outro filho que, permanecendo sempre em casa com ele, todavia não compartilha da sua misericórdia, da sua compaixão. Deus não apenas é a origem do amor, mas em Jesus Cristo nos chama a imitar o seu modo de amar: “Como eu vos amei, assim ameis também os outros” (Jo 13,34). Na medida em que os cristãos vivem este amor, se tornam no mundo discípulos verdadeiros de Cristo. O amor não suporta permanecer fechado em si mesmo. Por sua natureza é aberto, se difunde e é fecundo, gera sempre novo amor.

Caros irmãos e irmãs, depois desta celebração, muitos de vocês se tornarão missionários para propor aos outros a experiência da reconciliação com Deus. “24 horas para o Senhor” é a iniciativa que aderiram muitas dioceses em cada parte do mundo. Aos que encontrarem, podeis comunicar a alegria de receber o perdão do Pai e de reencontrar a amizade plena com Ele. Quem experimenta a misericórdia divina, é levado a ser autor da misericórdia entre os últimos e os pobres. Neste “irmãos menores” Jesus nos espera (cfr Mr 25,40), andemos ao encontro! E celebremos a Páscoa na alegria de Deus!

Tags:
ConversãoDeusIgrejaMisericórdiaPapa FranciscoPecadoPerdãoQuaresma
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
3
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
4
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
5
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia